21 de julho de 2024

TV Prefeito

Portal de notícias dos municípios com videos e entrevistas. Cobertura diária das cidades das regiões: Metropolitana, Serrana, Lagos, Norte, Noroeste, Médio Paraíba e Centro Sul do estado do Rio de Janeiro. O melhor da notícia está aqui.

Daniela Carneiro e Fernanda Monnerat lançam o livro ‘Endometriose – tudo o que você precisa saber’

A deputada federal e Ministra do Turismo, Daniela Carneiro, e a médica Fernanda Monnerat, lançaram na noite desta sexta-feira (31/03), na Igreja Nova Vida, em Belford Roxo, o livro “Endometriose – tudo o que você precisa saber”. O evento aconteceu em homenagem ao dia 13 de março, data instituída através de uma lei da deputada Daniela Carneiro, como o Dia Nacional de Luta contra a Endometriose. A proposta incluiu ainda a Semana Nacional de Educação Preventiva e de Enfrentamento à Endometriose. No Brasil, mais de 10 milhões de mulheres sofrem com a doença.

Durante o evento, profissionais da saúde da Clínica da Mulher de Belford Roxo palestraram abordando o tema do livro. A fisioterapeuta pélvica Catia de Souza Ferreira representou a equipe e compartilhou vivências sobre casos, diagnósticos e tratamentos. A portadora de Endometriose, Fernanda Fernandes, deu um relato da visão de paciente. “Consegui ser atendida e operada, é uma doença bastante sofrida. Agradeço a deputada e ministra Daniela Carneiro por entender as dores das mulheres e lutar por todas nós, dando visibilidade sobre o tema”, ressaltou Fernanda. A paciente da Clínica da Mulher e moradora de Volta Redonda, Mariana Batista, 28 anos, também compartilhou sua experiência. “Acompanho de perto todos os avanços nessa luta pela vida contra a Endometriose, demorei 16 anos para conseguir diagnosticar. Emagreci 25 quilos por causa da doença. Após a consulta com a doutora Fernanda, meu coração encheu-se de esperança para conseguir a melhora através do tratamento”, agradeceu Mariana, que também estendeu o agradecimento a deputada federal Daniela que a encaminhou pessoalmente para o tratamento na Clínica da Mulher.

O livro, que tem 100 páginas, é dividido em nove capítulos e mostra didaticamente os sintomas, causas e consequências da doença. Sete páginas no final da obra são dedicadas aos tópicos “A trajetória das mulheres com endometriose” e “Depoimento de algumas pacientes da Clínica da Mulher de Belford Roxo”. Ilustrações explicativas ajudam o entendimento dos tópicos abordados no livro.

No capítulo 1, Daniela Carneiro e Fernanda Monnerat abordam o funcionamento do sistema reprodutor feminino, formado pelo útero, ovário, vagina e tuba uterina. De acordo com as autoras, algumas mulheres com endometriose experimentam sintomas dolorosos e/ou infertilidade, outras não apresentam nenhum sintoma. A endometriose afeta em torno de 10% da população feminina em idade reprodutiva, ou seja, uma em cada 10 mulheres.

A deputada federal Daniela Carneiro destacou que se interessou pelo tema logo no início do seu primeiro mandato (2019-2022) e procurou logo subsídios para um projeto de lei. Segundo ela, o livro é esclarecedor e irá ajudar muitas mulheres a conhecerem melhor a endometriose. “A doença é uma condição clínica que afeta número expressivo de mulheres desde muito jovens. Grande parte delas não busca apoio médico por não suspeitarem de que o que sentem pode se tratar de uma condição mais grave. Por isso, lutei pela aprovação do meu projeto para instituir 13 de março como Dia Nacional de Luta contra a Endometriose e a Semana Nacional de Educação Preventiva e de Enfrentamento à Endometriose. Precisamos conscientizar a sociedade sobre a doença e permitir que as mulheres fiquem atentas para o diagnóstico. Esse livro em parceria com a Fernanda é um sonho realizado. Procurem os cuidados de saúde necessários, espero que o livro seja fonte de luz e compreensão para as portadoras de endometriose”, acentuou a deputada.

Médica, com especialização em ginecologia e responsável pelo tratamento clínico do Ambulatório de Endometriose, Fernanda Monnerat enfatizou que a endometriose é uma doença inflamatória e crônica que não tem cura. O tratamento dura a vida inteira. A médica explicou que com a chegada da menopausa a produção de hormônio diminui, muitas vezes melhorando assim os sintomas da doença. “Uma alimentação baseada em comida de verdade, prática de exercícios físicos e adotar um estilo de vida saudável são fundamentais para o sucesso do tratamento. “, resumiu Fernanda, que também revelou ter aprendido a ser mais humanizada na jornada de cuidar da saúde das mulheres.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *