Sustentabilidade: energia solar vai ajudar no combate ao desperdício de água

Novo sistema será implantado pela Águas do Rio em cerca de 50 reservatórios de 12 cidades do interior fluminense

Um novo sistema para controlar a pressão dos reservatórios de água começou a ser implantado no interior fluminense pela Águas do Rio. Para monitorar o nível da água 24 horas por dia, ele utiliza placas solares que fazem a conversão da luz do sol em energia elétrica por meio da captação dos raios. A primeira unidade a contar com o equipamento fica em Cantagalo, na Região Serrana.

Cerca de 50 reservatórios de 12 municípios – Cantagalo, Cordeiro, Duas Barras, São Sebastião do Alto, Miracema, Aperibé, Itaocara, Cambuci, Barra de São João (distrito de Casimiro de Abreu), Rio Bonito, Cachoeiras de Macacu e São Francisco de Itabapoana – receberão o mesmo sistema, que gera energia limpa e de forma sustentável.

De acordo com Gabriela Coutinho, gerente de Operações da Águas do Rio, a iniciativa tem o objetivo de evitar possíveis transbordos nos reservatórios e é uma solução diante das dificuldades de operar em áreas mais isoladas que sofrem com o fornecimento irregular de energia elétrica.

“Com as unidades monitoradas a distância, podemos parar de enviar água quando o nível do reservatório estiver no limite. Desta maneira, evitamos as perdas de água tratada e temos também um ganho em eficiência energética dos equipamentos de bombeamento. Além disso, trata-se de uma estratégia que prioriza a utilização de recursos sustentáveis”, explicou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *