21 de julho de 2024

TV Prefeito

Portal de notícias dos municípios com videos e entrevistas. Cobertura diária das cidades das regiões: Metropolitana, Serrana, Lagos, Norte, Noroeste, Médio Paraíba e Centro Sul do estado do Rio de Janeiro. O melhor da notícia está aqui.

Rio das Ostras promove ações para diagnóstico precoce e prevenção do HIV

Na última sexta-feira, 7 de abril, foi celebrado o “Dia Estadual do Diagnóstico Precoce do HIV”, que tem como objetivo conscientizar a população sobre a necessidade de realizar regularmente a testagem. A Secretaria de Saúde de Rio das Ostras, por meio do programa de IST/HIV/Aids e Hepatites Virais, em parceria com a Pastoral da Aids e a ONG Avisa, promoveu na quarta-feira, 12, uma ação de prevenção com a realização de testes rápidos de identificação do vírus HIV, distribuição de panfletos educativos e de preservativos, na Praça José Pereira Câmara, no Centro.

Durante a iniciativa, foram realizados 120 testes rápidos e distribuídos 700 preservativos.

De acordo com o Ministério da Saúde, conhecer o quanto antes a sorologia positiva para o HIV aumenta muito a expectativa de vida de uma pessoa que vive com o vírus. O diagnóstico e tratamento da pessoa com HIV salva vidas e é fundamental para interromper a cadeia de transmissão da doença.

Para a coordenadora do Programa IST/Aids e Hepatites Virais do Município, Priscilla Garcia, identificar casos positivos e dar início ao tratamento é de suma importância.

“Nosso objetivo era realizar cerca de 200 testes rápidos, mas, infelizmente, ainda precisamos quebrar o preconceito em torno da doença. O diagnóstico precoce, combinado ao tratamento oportuno com as medidas de prevenção e profilaxia, contribuem não só para reduzir a transmissão, como também oferecem mais qualidade de vida ao portador de HIV/Aids”, destacou Priscilla Garcia.

PROGRAMA – O Programa IST /HIV/Aids/Hepatites Virais, da Secretaria de Saúde de Rio das Ostras, conta com uma equipe multidisciplinar, formada por médicos, equipe de enfermagem, nutricionistas, assistente social, psicólogos e farmacêuticos, entre outros profissionais. O serviço funciona na Unidade Nilson Marins, em Cidade Beira Mar.

O Município oferece a PEP – Profilaxia Pós-Exposição, que é o uso de medicamentos antiretrovirais por pessoas após terem tido um possível contato com o vírus HIV em situações como violência sexual; relação sexual desprotegida (sem o uso de camisinha ou com rompimento da camisinha), acidente ocupacional (com instrumentos perfurocortantes ou em contato direto com material biológico).

Para funcionar, a PEP deve ser iniciada logo após a exposição de risco, em até 72 horas; e deve ser tomada por 28 dias. Você deve procurar a Unidade de Pronto Atendimento- UPA no bairro Âncora

Para outras informações, o número de contato é (22) 2760-2736.

LEI ESTADUAL – A Lei Estadual 6307/2012 instituiu a data para dar mais visibilidade e conscientizar a população a respeito da necessidade de realizar regularmente o teste de HIV. Quanto mais prematura for a detecção da presença da doença, mais rapidamente a pessoa infectada pode começar o tratamento e seguir as recomendações dos profissionais da Saúde. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *