23 de julho de 2024

TV Prefeito

Portal de notícias dos municípios com videos e entrevistas. Cobertura diária das cidades das regiões: Metropolitana, Serrana, Lagos, Norte, Noroeste, Médio Paraíba e Centro Sul do estado do Rio de Janeiro. O melhor da notícia está aqui.

Novos procuradores do município tomam posse em Nova Iguaçu

Nova Iguaçu ganhou mais quatro novos procuradores. Nesta terça-feira (26), a Procuradoria Geral do Município (PGM) realizou a cerimônia de posse de Breno Porto Pereira, Nicolle de Macêdo Santos, Victória Ramos Lovisolo e Vitor Marques Costa da Silva, todos aprovados no terceiro concurso público da cidade. Com isso, a PGM passa a contar com 21 procuradores atuando no município. O evento aconteceu na Casa de Cultura.

“O município quer uma procuradoria que imponha limites, mas que também encontre solução para os problemas da cidade que, às vezes, demanda urgência. O que a gente quer de um procurador é que ele entenda as necessidades da cidade e também encontre caminhos legais para que possamos ir ao encontro daquelas necessidades que a população precisa”, destacou o prefeito de Nova Iguaçu, Rogerio Lisboa, após a posse.

Também participaram do evento o procurador-geral do município, Vinícius Carballo, o presidente da primeira subseção de Nova Iguaçu da Ordem dos Advogados do Brasil, Hilario Franklin Pinto, entre outras autoridades.

“Nova Iguaçu só tinha seis procuradores e hoje conta com 21. Fizemos uma estruturação da carreira de procurador do município, que foi extremamente importante para que a função se tornasse atrativa e fizesse com que os candidatos realmente se interessassem em serem procuradores do município”, garantiu o procurador-geral da PGM, Vinícius Carballo.

Primeiro colocado no concurso público para ingresso na classe inicial da carreira de procurador, Breno Porto Pereira está ansioso por trabalhar em Nova Iguaçu e destacou que a nova função é o grande desafio de sua carreira.

“Estudei muitos anos para isso. Foi um concurso que durou mais de um ano, passando por sete provas discursivas e seis orais. É um grande desafio porque é uma cidade muito importante para o estado do Rio de Janeiro. Agora temos o objetivo de estar em conformidade com o sistema jurídico vigente das políticas públicas daqueles que foram democraticamente eleitos pelo voto aconteçam na prática”, afirmou o novo procurador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *