Ministros atualizam cenário e apresentam novas ações para o Rio Grande do Sul

Na tarde desta quarta-feira (29), a ministra da Saúde, Nísia Trindade, participou de entrevista coletiva, na capital Porto Alegre (RS), com ministros do governo federal para atualizar a situação e apresentar novas ações de assistência à população do Rio Grande do Sul. O estado gaúcho enfrenta uma situação de calamidade pública após fortes chuvas e enchentes atingirem a região.

Durante a atividade, Nísia Trindade agradeceu todos os esforços conjuntos dos demais ministérios e da Força Nacional do Sistema Único de Saúde (FN-SUS), que prestam atendimentos em saúde à população dos municípios atingidos.

“Estamos diante de um problema que não é temporário, mas estamos aqui para nos debruçar sobre o Rio Grande do Sul. É a quarta vez que visito o estado. O governo federal está presente no estado ao lado de gestores. Nesse cenário, que ontem me impactou muito, andamos por áreas afetadas com o Exército. Quero agradecer a todos os trabalhadores da saúde”, ressaltou a ministra, ao lado do chefe da Casa Civil, Rui Costa, do ministro Extraordinário para Apoio à Reconstrução do Rio Grande do Sul, Paulo Pimenta, e demais autoridades federais.

A ministra também expressou preocupação com os dados sobre leptospirose. “Há tratamento e, por esta razão, recomendamos que não esperem a confirmação do diagnóstico ou agravamento da doença. Na região está havendo atendimentos de saúde, há medicamentos para a doença e recomendamos que as pessoas não se automediquem.” Até esta quarta-feira, o Rio Grande do Sul registrou 141 casos de leptospirose e cinco mortes confirmadas, segundo informações da secretaria estadual.

Caderneta de Vacinação

Nísia Trindade também falou sobre as cadernetas de vacinação destinadas ao Rio Grande do Sul, para onde foram enviados 128.872 exemplares da Caderneta da Criança – Passaporte da Cidadania, sendo 33.448 exemplares para Porto Alegre.

A retomada da impressão e distribuição física do documento marca um importante passo na promoção da saúde infantil no estado. A nova edição da Caderneta da Criança traz uma novidade importante: a inclusão das vacinas contra a Covid-19 no Calendário Nacional de Vacinação. Além disso, a caderneta mantém seu caráter intersetorial, abrangendo informações não apenas sobre saúde, mas também sobre assistência social e educação.

Atendimentos à população

A Força Nacional do Sistema Único de Saúde registra um total de 7.334 atendimentos à população atingida pelas chuvas intensas e inundações no Rio Grande do Sul. Os dados representam o acumulado de ações da Força desde o início das operações, em 5 de maio.

Foram realizados 1.307 atendimentos no Hospital de Campanha (HCamp) de Porto Alegre, 3.239 no HCamp de Canoas e 350 no HCamp de São Leopoldo. O quarto hospital de campanha do Ministério da Saúde, que entrou em operação no município de Novo Hamburgo no sábado (25), registra 201 atendimentos.

O total inclui ainda 2.184 atendimentos volantes, 63 remoções aéreas e 218 atendimentos psicossociais.

FORÇA NACIONAL DO SUS
Atendimentos no RS
Hospital de Campanha de Canoas
3.239
Hospital de Campanha de Porto Alegre
1.307
Hospital de Campanha de São Leopoldo
350
Hospital de Campanha de Novo Hamburgo
201
Equipes móveis da FN – SUS
2.184
Remoções aéreas
63
Atendimentos psicossociais
218
Total geral:
7.334
*Dados atualizados até 29 de maio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *