Corpo é encontrado queimado em Maricá e polícia investiga se é de agente desaparecido

Um corpo foi encontrado queimado em Itaipuaçu, Maricá, Região Metropolitana do Rio, na madrugada deste sábado (1). A Polícia Civil informou que uma perícia será feita para confirmar se o material genético é do cabo da Polícia Militar Alexandre de Silva Lima, desaparecido desde quinta-feira (30) após ser sequestrado e levado para a comunidade Risca Faca, em Inoã, também em Maricá.

Segundo a PM, agentes do 12º BPM (Niterói) localizaram um corpo carbonizado e enrolado em um saco plástico preto, na Rua dos Diamantes. Uma perícia foi realizada no local, mas não foi possível identificar a vítima. O cadáver foi encaminhado ao Posto Regional de Polícia Técnico-Científica (PRPTC) de Niterói, onde passará por outra análise.

Enquanto a polícia aguarda o resultado da perícia, as buscas pelo agente continuam pelo terceiro dia consecutivo. Em uma das ações deste sábado, um carro utilizado pelos bandidos foi encontrado queimado, em Tribobó, São Gonçalo.

Segundo Bruno Gilaberte, delegado da 82ª DP (Maricá) que investiga o caso, o veículo do modelo HRV, de cor prata, foi usado para retirar o corpo de Alexandre da comunidade.

Desde as primeiras horas desta sexta (31), policiais ocupam comunidades na região, na tentativa de encontrar o agente. Até o momento, cinco pessoas foram presas durante operações no Risca Faca e em comunidades vizinhas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *