Veja quem poderá ganhar o benefício do governo recebido por PIX SOS RS

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), anunciou nesta segunda-feira (13) os critérios das famílias que se enquadram para receber o PIX SOS Rio Grande do Sul e que podem iniciar o processo de recuperação e reconstrução de suas residências.

O Comitê Gestor do PIX definiu que serão destinados R$ 2 mil por família afetada.

Receberão os benefícios:

  • Desabrigadas ou desalojadas como consequência do evento climático, residentes nos municípios que tiveram situação de calamidade reconhecida pela Defesa Civil;
  • Inscritas no CadÚnico ou no Cadastro Nacional da Agricultura Familiar (CAF);
  • Que não tenham sido contempladas pelo programa Volta por Cima;
  • Tenham renda familiar de até três salários mínimos.

De acordo com o governador, mais de R$ 93 milhões foram arrecadados “com a participação da sociedade civil de todo o Brasil” por meio do PIX do estado. Ainda segundo Leite, cerca de 45 mil famílias serão ajudadas.

“É claro que R$ 2 mil não resolve tudo, mas é uma ajuda importante para muita gente que perdeu tudo neste momento voltar a ter confiança na capacidade de se reestabelecer”, comenta o governador.

O responsável familiar beneficiado vai receber um cartão do SOS Rio Grande do Sul, emitido pela Caixa Econômica Federal, com apoio institucional do governo do Rio Grande do Sul, com o valor do benefício já creditado.

Na última quarta-feira (8), Leite disse que as doações feitas via PIX para as vítimas das enchentes que atingem o estado não vão para o governo e, sim, para uma entidade privada. Segundo ele, o valor arrecadado será destinado para atender as pessoas que foram atingidas pela tragédia.

“O PIX não é para o governo. O PIX é para uma conta de uma entidade privada que é da Associação dos Bancos do Rio Grande do Sul. Não é dinheiro para o governo, para fazer, nenhuma das ações que nós anunciamos aqui vai consumir os recursos do PIX”, disse Leite.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *