23 de julho de 2024

TV Prefeito

Portal de notícias dos municípios com videos e entrevistas. Cobertura diária das cidades das regiões: Metropolitana, Serrana, Lagos, Norte, Noroeste, Médio Paraíba e Centro Sul do estado do Rio de Janeiro. O melhor da notícia está aqui.

Prazo para trocar antena parabólica tradicional pela digital termina em agosto; entenda por que sinal será interrompido

Quem assiste à TV aberta por meio de uma antena parabólica tradicional, do modelo mais antigo, vai ter que substituir por outra para não perder o sinal. E, em muitos casos, essa troca é de graça.

A costureira Maria Moreira de Souza é daquelas telespectadoras fiéis.

“Eu amo televisão. Minha companheira é a televisão”, diz.

 

Mas, há dois anos, a imagem que ela assistia piorou.

“Ficava assim fazendo aqueles quadradinho. Aí, de vez em quando, dava esse tilt nela”, conta.

 

Ela assiste ao jornal, é bem informada. Viu que a tecnologia está mudando e que o sinal de TV que a antena dela captava vai ser cortado. Não perdeu tempo. Pediu a troca gratuita da antena na casa dela em Fortaleza.

“A imagem ficou super limpa, não tinha mais nem aqueles chuvisquinhos, nem quadradinho, nem nada. Ficou tudo perfeito, maravilhosa”, comemora.

 

Quando a parabólica vai sair do ar?

Todos os sinais das parabólicas antigas serão desligados até dezembro. No caso da Globo, as antenas conectadas aos receptores analógicos vão perder o sinal no dia 18 de agosto.

A interrupção do sinal obrigatória foi definida quando a Anatel, a Agência Nacional de Telecomunicações, criou as regras para o 5G entrar em operação no Brasil. E tem um motivo para isso. Essa nova geração da internet móvel opera na chamada Banda C, que é a mesma de faixa de frequência do sinal de TV de canais abertos, transmitido para as parabólicas tradicionais.

Uma faixa de frequência é como uma “estrada no ar”, por onde os dados circulam. Quando transmissões diferentes usam frequências muito próximas, os equipamentos sofrem interferência: imagens com “chuvisco”, quadradinhos como disse a Dona Maria, até a queda da conexão. Esses problemas de recepção já acontecem nas cidades onde o 5G está ativado para quem ainda não trocou as parabólicas antigas.

Parabólica tradicional x parabólica digital e outros modelos

Com a antena parabólica digital é diferente, porque ela opera em outra faixa, livre dessas interferências.

Você precisa conferir qual é o tipo da antena parabólica instalada na sua casa ou no seu prédio. Só precisa trocar se tiver uma parabólica tradicional. Elas são de um modelo mais antigo e bem fáceis de reconhecer. Por fora, tem um aro que pode chegar até 3 m de diâmetro e, no centro, tem uma tela e hastes.

Já a antena nova, a parabólica digital, é menor e é feita com uma chapa rígida. Elas tem a mesma das parabólicas das TVs por assinatura e precisa ficar apontada para o satélite. Se a sua é assim, não precisa trocar.

Outros modelos, como as externas conhecidas como “espinha de peixe” e as antenas internas, já têm sinal digital. Essas também não precisam ser substituídas.

Como ter uma antena digital? É de graça?

Pacotes com a antena digital, o receptor do sinal e os cabos são vendidos pela internet e em lojas físicas, principalmente de material de construção e equipamentos eletrônicos.

As famílias inscritas em algum programa social do governo federal e que usam parabólicas antigas podem receber uma antena nova, sem nenhum custo.

Quem assiste a TV Globo com a parabólica digital tem imagem e som com mais qualidade e tem acesso à programação regional, sem ter que pagar por isso. O sinal da TV aberta continuará de graça.

“O benefício é enorme, porque você está indo para um sinal digital. A gente está oferecendo, nessa nova parabólica, um sinal que é mais próximo da realidade do nosso telespectador. Ele passa a ter um sinal daquele estado, que é muito mais próximo da realidade dele, que traz o jornalismo local, a informação mais próxima, um jogo de futebol, a identificação que ele tem com os times locais. Um serviço muito melhor”, explica Ana Eliza Faria e Silva, gerente de regulatório e telecom da TV Globo.

 

O motorista Davi Correia já descobriu esse mundo novo.

“Isso aí é perfeito para dar uma qualidade melhor, para poder assistir à televisão”, diz.

 

Todas as instruções estão no site sigaantenado.com.br. Lá, você confere se tem direito à antena e à instalação gratuitas. Ou pelo telefone 0800-729-2404.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *