PGR pede arquivamento de inquérito que investiga declarações de Bolsonaro sobre pandemia

A vice-procuradora-geral da República, Lindôra Araujo, pediu o arquivamento do inquérito que investiga se o ex-presidente Jair Bolsonaro disseminou informações falsas a respeito da Covid-19. Lindôra divergiu da Polícia Federal, que havia apontado que Bolsonaro cometeu incitação ao crime, por estimular as pessoas a não usarem máscaras.

A PGR não viu provas contra Bolsonaro nem contra seu ex-ajudante de ordens Mauro Cid, que é investigado no mesmo inquérito. Para Lindôra, há “ausência de indícios mínimos para se afirmar aocorrência de qualquer prática delitiva”.

A PF havia dito, em relatório apresentado no fim do ano passado, que Bolsonaro e Cid cometeram, além de incitação ao crime, a contravenção penal de “provocar alarme ou perigo inexistente” ao associar o uso da vacina da Covid-19 com o desenvolvimento do vírus da Aids.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *