14 de julho de 2024

TV Prefeito

Portal de notícias dos municípios com videos e entrevistas. Cobertura diária das cidades das regiões: Metropolitana, Serrana, Lagos, Norte, Noroeste, Médio Paraíba e Centro Sul do estado do Rio de Janeiro. O melhor da notícia está aqui.

Padroeiro de Nova Iguaçu e Caxias, Santo Antônio é celebrado com festas na Baixada

O Dia de Santo Antônio é celebrado nesta quinta-feira (13), comemoração esperada pelos fiéis e devotos. A data é feriado municipal em Caxias e Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. As duas cidades promovem grandes festas de rua para o seu padroeiro. Na capital, o Convento de Santo Antônio, no Largo da Carioca, vai distribuir 30 mil pães e também terá barraquinhas típicas juninas.

Um dos mais populares da Igreja Católica no país, Santo Antônio é conhecido como o padroeiro dos mais necessitados, dos casais apaixonados e dos que buscam encontrar algo perdido. É o primeiro dos três santos juninos, festejado em 13 de junho.

Em Nova Iguaçu, já está em curso a 161ª edição de uma das mais tradicionais festas populares do município que tem duração de seis dias com direito à culinária e moda local. O evento realizado pela Catedral de Santo Antônio de Jacutinga e pela Prefeitura de Nova Iguaçu tem expectativa de mais de 120 mil visitantes.

São mais de 150 barracas e 43 tendas gastronômicas instaladas ao longo da Travessa Mariano de Moura, localizada ao lado da Catedral de Santo Antônio, e de parte da Avenida Governador Amaral Peixoto, no centro do município.

 

Além das cocadas e outras comidas típicas, o público vai poder curtir atrações musicais. No palco montado na Avenida Amaral Peixoto, entre a Travessa Mariano de Moura e a Rua Dom Walmor, se apresentam na quinta-feira Marvin Maciel Alquimia Tropical, com repertório de música pop, disco music e samba rock, o grupo Sambaixada e Pedro Lima, com muita MPB, axé, pop e soul music. Todas as atrações musicais foram selecionadas por chamamento público da Fundação Educacional e Cultural de Nova Iguaçu (Fenig).

O dia 13 também será marcado pelas missas na Catedral de Santo Antônio de Jacutinga, que se iniciam às 6h e são celebradas a cada duas horas. Às 10h, será realizada a missa diocesana e às 17h, haverá a tradicional procissão, em que a imagem do santo será conduzida em uma viatura dos Bombeiros, sucedida pela missa solene.

“Amanhã é o grande dia de Santo Antônio. Vamos celebrar com muita alegria. No final da missa, serão distribuídos os tradicionais pães. É um momento muito esperado pelos devotos. A festa do Padroeiro da Diocese e da Cidade mobiliza todo o município. É uma festa tradicional da cidade”, ressalta o pároco da Catedral de Santo Antônio de Nova Iguaçu, padre Rodrigo Mota.

A última missa será realizada às 22h. Para a realização do evento, ficam interditadas a Travessa Mariano de Moura, no trecho entre as avenidas Governador Amaral Peixoto e Marechal Floriano Peixoto; a Rua Dr. Barros Júnior, entre a Av. Amaral Peixoto e a Via Light; e na Av. Amaral Peixoto, entre a Rua Otávio Tarquino e a Rua Dom Walmor.

Festa em Caxias vai até domingo

Em Duque de Caxias, a tradicional Festa de Santo Antônio começa nesta quarta-feira (12) às 19h com um jantar de namorados, tem seu ápice na quinta-feira (13) e vai até domingo (16).

Além das celebrações para fiéis na Catedral e da programação cultural com apresentações de quadrilhas o público pode escolher o que saborear nas barracas montadas na Avenida Governador Leonel de Moura Brizola (antiga Presidente Kennedy), e na quermesse no interior da igreja, que oferecem opções gastronômicas e lembranças alusivas.

A primeira missa será realizada às 6h, com a Missa dos Trabalhadores; sendo celebrada a cada duas horas. A procissão sairá às 18h seguida da Missa Solene.

O padre Renato Gentile, pároco da Catedral de Santo Antônio de Caxias, afirma que espera 10 mil fiéis somente no interior da igreja e acredita que o dobro de pessoas devem passar pela festa na rua.

“A população vai encontrar a Igreja acolhedora, sabendo que Santo Antônio é um santo amigo de todos, mas especialmente dos mais pobres e simples. Aquilo que a pessoa vier pedir com fé, irá alcançar a graça, se Deus entender que será o melhor pra ela”, afirma o padre.

Os tradicionais pãezinhos serão entregues na entrada de cada missa para receberem as bênçãos durante a solenidade.

No espaço da Praça do Pacificador também serão realizados lançamentos de livros, oficinas artesanais, de artes plásticas e dobraduras, entre outros atrativos. Na Praça da Emancipação (Praça do Relógio), são oferecidos gratuitamente corte de cabelo feminino, barbeiro, manicure, tranças afro e design de sobrancelhas.

Convento de Santo Antônio distribui 30 mil pães

No Convento de Santo Antônio, no Centro do Rio, as missas começam às 6h e serão realizadas a cada 1h30 até 18h. A celebração das 15h será presidida pelo arcebispo do Rio, Dom Orani Tempesta. Durante o dia serão distribuídos 30 mil pãezinhos.

“Os pãezinhos são associados a Santo Antônio pela atenção e cuidado que ele tinha com os pobres. Certa vez, ele doou pães da despensa do convento para pessoas pobres e ao ser perguntado onde estavam os pães, pediu para que a despensa fosse checada novamente e fez um milagre de aparição dos pães para que os frades pudessem ter a alimentação”, explica o Frei Gustavo.

O pão remete à partilha solidária. “Tem o significado de não deixar faltar o pão a ninguém e de também chamar os fiéis a partilhar”, completa.

No convento do Largo da Carioca haverá orações, bênçãos, e festa com caldo de ervilha, canjica, e bolo de Santo Antônio. “O bolo também acaba rápido. Nele, estão distribuídas duas mil medalhinhas de Santo Antônio em 4.500 fatias”, conta Frei Gustavo.

Historiador alerta para pedido por casamento

Sob o olhar da cultura popular, o historiador Luiz Antônio Simas chamou a atenção para as características casamenteiras de Santo Antônio. “Esse negócio de pedir casamento pra santo tem que ter cuidado. Segundo a cultura popular, Santo Antônio é um casamenteiro perigoso porque você pede um casamento pra ele e ele arruma qualquer coisa. Pode ser ótimo e pode ser um desastre”, comentou em sua conta na rede social X (antigo Twitter).

O autor do livro “Santos de casa” acrescentou que São José e São Gonçalo também podem ser bons santos para pedir um novo amor.

“Se você quiser arrumar um casamento ligado à constituição de uma família, São José, é indicado até pelo fato dele ter sido o pai terreno de Cristo. São Gonçalo do Amarante é absolutamente delicioso. É o casamenteiro das mulheres que já conheceram de tudo nessa vida. Não tem preconceito nenhum. É o casamenteiro de quem já experimentou muita coisa na vida. E São Pedro é casamenteiro das viúvas e viúvos”, finalizou Simas.

Também conhecido como Santo Antônio de Pádua, Santo Antônio foi um santo franciscano nascido em Lisboa, Portugal, no século XII. Desde jovem, demonstrou grande devoção e amor a Deus, ingressando na Ordem dos Frades Menores, fundada por São Francisco de Assis.

No Sul Fluminense, dez cidades vão festejar o santo

Na Diocese de Barra do Piraí – Volta Redonda, o Bispo Diocesano, Dom Luiz Henrique, celebrará em dois horários o dia de Santo Antônio. Em Barra Mansa, às 10 horas e, em Volta Redonda, às 18 horas.

Os eventos dedicados ao santo prometem reunir milhares de devotos. Além das celebrações religiosas, as comunidades prepararam programações sociais para os fiéis das localidades.
Sincretismo

Durante a perseguição religiosa no Brasil, as religiões de matriz africana procuraram alguma semelhança entre os orixás africanos e os santos católicos para poderem praticar sua espiritualidade.

No sincretismo, Santo Antônio foi associado a Exu, Orixá primordial ligado à ordem, ao movimento, à comunicação e à fecundação, responsável por abrir caminhos, vigiar mercados e habitar encruzilhadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *