Operação Lei Seca prende suspeitos por associação criminosa, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e corrupção de menores

Agentes da Operação Lei Seca prenderam em flagrante, durante uma blitz na madrugada deste sábado (8 de junho), um grupo de suspeitos que estavam no veículo, por associação criminosa, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e corrupção de menores, na Avenida Rodrigues Alves, sentido Avenida Brasil, no centro do Rio.

Ao receber ordem de parada, o veículo, um VW T-Cross com placa SJB 4D61, tentou furar o bloqueio policial, mas foi rapidamente cercado pelos agentes. Durante a revista, foi encontrada uma pistola Taurus .40 com carregador alongado, 19 munições intactas e um coldre debaixo do banco do motorista. Além da arma, foram encontrados diversos cartões bancários e aparelhos celulares.

Em relação ao veículo, foi constatado que se tratava de um veículo alugado, porém os suspeitos não conseguiram fornecer informações sobre quem havia realizado a locação. Ao entrar em contato com a empresa locadora, verificou-se que o carro estava registrado em nome de um terceiro, que os policiais constataram não estar presente durante a abordagem.

O motorista se recusou a fazer o teste do etilômetro, resultando na emissão de dois Autos de Infração de Trânsito: AIT C-41289244 por dirigir sem possuir CNH e AIT C-41289246 por recusa ao teste.

O caso foi encaminhado à 4ª DP, onde foram apreendidos o veículo, a arma e os demais itens encontrados. Posteriormente, o caso foi encaminhado à 5ª DP, Central de Flagrantes, onde todos os ocupantes foram presos em flagrante pelos crimes de associação criminosa, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e corrupção de menores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *