14 de julho de 2024

TV Prefeito

Portal de notícias dos municípios com videos e entrevistas. Cobertura diária das cidades das regiões: Metropolitana, Serrana, Lagos, Norte, Noroeste, Médio Paraíba e Centro Sul do estado do Rio de Janeiro. O melhor da notícia está aqui.

O programa inovador que está transformando a educação pública no Rio

No Rio de Janeiro, 16 mil estudantes participaram de uma experiência transformadora, com medidas simples e a um custo anual muito baixo: R$ 45 por aluno. A reportagem foi exibida na GloboNews nesse domingo (7).

O programa “Ciência e Gestão pela Educação”, uma parceria do Tribunal de Contas do Município do Rio com a Secretaria de Educação, selecionou 40 unidades de ensino de forma aleatória.

“O projeto busca melhorar a eficiência das escolas no cuidado com seus professores e com seus alunos na melhoria da entrega de aprendizado que a escola provê para as crianças. Isso a partir de práticas de gestão já consolidadas na literatura acadêmica mundial”, destaca, Felipe Puccioni, conselheiro do Tribunal de Contas.

 

O conselheiro do Tribunal de Contas é especialista em políticas públicas e foi na Universidade de Cambridge, na Inglaterra, que buscou referências para o projeto. Na sua pesquisa de doutorado, ele analisou casos espalhados pelo mundo que comprovam a importância da gestão nas escolas.

“O Brasil tem um investimento baixo por aluno, em comparação com os países da Europa, por exemplo. Além de um gasto baixo, o Brasil também tem um gasto ineficiente”, ressalta Felipe.

 

O programa

O programa prevê 23 melhores práticas de gestão, entre elas, análise de dados, estabelecimento de metas e orientação de educadores, principalmente os que atuam na liderança.

Técnicos do programa treinaram a direção das escolas para entender melhor os dados de uma plataforma digital da Secretaria de Educação que já existia, mas era pouco usada.

“A plataforma divide os alunos em quatro níveis: abaixo do básico, básico, adequado e avançado. Quando você abre a plataforma, você tem o aluno e em qual nível ele se encontra”, diz Flávia Lima – Adjunta.

Redução da evasão escolar e aumento de produtividade

Nas escolas que passaram pelo programa, houve uma redução de 29% no número de evasão escolar. e um aumento de 60% de produtividade – de professores a alunos. Além disso, o nível de aprendizado impressiona:

“Em dois anos de aprendizado, eles aprenderam que uma escola – ou que uma criança em uma escola do Rio de Janeiro aprenderia em quatro”, conta o conselheiro do Tribunal de Contas.

 

Em sua pesquisa, Felipe concluiu que, se as 136 mil escolas públicas brasileiras implementassem todas as práticas do programa, o nível de aprendizado ficaria equiparado ao de países europeus.

“Muitas vezes os municípios não é que eles não têm boas práticas porque não desejam ter. Muitas vezes eles não sabem nem os caminhos para fazer isso”, pontua Cláudia Constin.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *