Noventa bombeiros militares do Rio de Janeiro são condecorados pela atuação no Rio Grande do Sul

Os 90 militares do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro que integraram a missão de apoio ao Rio Grande do Sul receberam, nesta quarta-feira, 22 de maio, a medalha Mérito da Defesa Civil e a condecoração Mérito Força e Coragem.

Com a presença da primeira-dama, Analine Castro, a homenagem em gratidão aos militares ocorreu no Quartel Central do Corpo de Bombeiros, no Centro do Rio, após a delegação retornar depois de 15 dias em campo, resgatando cerca de 200 pessoas e 70 animais afetados por conta das chuvas que atingiram o Sul do país.

–  O Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro é um orgulho para os cidadãos fluminenses e também para o Brasil. Expresso a minha mais sincera gratidão à dedicação e ao comprometimento desses militares e civis que se arriscaram e tão bem representaram o nosso sentimento de solidariedade nessa tragédia sem precedentes no Rio Grande do Sul – afirmou o governador do Estado do Rio de Janeiro, Cláudio Castro.

Trabalho especializado no Sul

O Corpo de Bombeiros atuou por terra, água e ar na busca e no salvamento de vítimas. A força-tarefa contou com especialistas em desastres, em busca e resgate com cães, guarda-vidas, mergulhadores, operadores de embarcações, pilotos, tripulantes operacionais, profissionais da área de saúde, além de agentes da Defesa Civil Estadual.

O cão farejador Rio também integrou a delegação, indicando vários pontos de interesse e otimizando o trabalho das equipes que atuavam em cenários de deslizamentos de terra na Serra Gaúcha.

–  Não há distância ou obstáculos que nos impeçam de agir quando alguém precisa de socorro. Na lama, no frio, no vento, na chuva, nas condições mais adversas, estaremos sempre lá. Com força e coragem. Com garra e esperança. Incansáveis. Imparáveis. No cumprimento da missão. Para proteger e salvar – afirmou o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do CBMERJ, coronel Leandro Monteiro.

Treinamento e tecnologias

A operação contou com o apoio de duas aeronaves da corporação, que auxiliaram nos resgates, no transporte de tropas, de equipamentos e medicamentos. Quinze embarcações do CBMERJ foram utilizadas no socorro às vítimas em áreas que apresentavam alagamentos e inundações, por conta do rompimento de diques e barragens.

Os recursos do CBMERJ também incluíram 2 caminhões, 1 ônibus e cerca de 200 materiais operacionais de salvamento.  Para o Tenente Juan Araújo, que serviu no município gaúcho de Bento Gonçalves, relata o quanto a capacitação técnica promovida pelo Corpo de Bombeiros do Rio foi fundamental para obter sucesso no salvamento da população afetada.

–  Mesmo não conhecendo o território do Rio Grande do Sul, a gente conseguiu utilizar todas as ferramentas que trabalhamos em cursos, seja em relação às técnicas e às táticas de desastre. Inclusive selecionamos alguns alunos para que pudessem contribuir e se aprimorar na prática – destacou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *