14 de julho de 2024

TV Prefeito

Portal de notícias dos municípios com videos e entrevistas. Cobertura diária das cidades das regiões: Metropolitana, Serrana, Lagos, Norte, Noroeste, Médio Paraíba e Centro Sul do estado do Rio de Janeiro. O melhor da notícia está aqui.

Modernização leva 12 milhões de litros de água a mais por dia às torneiras da Baixada Fluminense

Melhorias no principal sistema de bombeamento da região beneficiam mais de 760 mil pessoas de três cidades

Uma série de melhorias no principal sistema de bombeamento da Baixada Fluminense, também conhecido como Booster Baixada, melhorou consideravelmente o abastecimento de água em Belford Roxo, Duque de Caxias e São João de Meriti. Nas três cidades, por dia, 12 milhões de litros de água tratada a mais passaram a ser entregues a cerca de 762 mil pessoas. As ações da Águas do Rio marcam um passo importante para a universalização do serviço.

Construído na década de 70, o Booster Baixada foi projetado para funcionar com quatro grupos de bombas d’água, mas nunca operou na sua capacidade máxima. Somente agora, quase 50 anos depois, a realidade começou a mudar. Isso porque a concessionária fez a ativação de uma adutora de grande porte, o que aumentou a quantidade de água que chega até a unidade. Também foram realizados ajustes operacionais no sistema, viabilizando este aumento na distribuição.

“Nossos esforços para levar água e dignidade à população da Baixada não param. Esse sistema de bombeamento passou por uma modernização, com a substituição de conjunto de bombas antigas por um novo. Além disso, também foram instalados novos equipamentos, o que permitiu uma operação remota e feita a partir do Centro de Operações Integradas (COI) da empresa, no Centro do Rio. Tudo isso reflete na melhoria do serviço e, sobretudo, em vidas transformadas”, destacou Marcello Dall’Ovo, diretor da Águas do Rio.

A transformação citada por Marcello é sentida por Ana Paula Gentil Begário. Moradora da Vila São Luís, em Duque de Caxias, ela não consegue esconder a alegria e o alívio por não sofrer mais com as torneiras secas.

“O abastecimento de água na Baixada Fluminense sempre foi difícil, moro aqui há 13 anos e sei bem como é. E essa não era uma luta apenas minha, mas de toda uma população. Foi difícil conviver por vários anos com a falta d’água. Tínhamos que ir para casa de parentes tomar banho, fazer comida e outras tarefas”, relembrou.

Hoje ela já sente os impactos das melhorias no seu dia a dia:

“Nós, moradores, estamos percebendo o movimento que a Águas do Rio vem fazendo para mudar essa realidade. A gente vê as equipes nas ruas, todos os dias, trabalhando para melhorar essa situação. Hoje posso contar com a empresa e sei que a água vai continuar chegando na minha casa”, finalizou Ana Paula.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *