Mesquita terá novas palestras gratuitas do Sebrae

Ações sobre empreendedorismo serão no Auditório Zelito Viana, no dias 4 e 6 de junho

 

A Sala do Empreendedor de Mesquita, em parceria com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), oferece novas atividades gratuitas sobre empreendedorismo. A programação começa no dia 4 de junho, com duas ações. Das 10h ao meio-dia, acontecerá a palestra “Descomplica MEI”, enquanto à tarde, das 14h30 às 16h30, terá a oficina “Faça o Planejamento de Vendas do seu Negócio”. Elas serão no Auditório Zelito Viana, que fica no primeiro andar da sede da Prefeitura Municipal de Mesquita. O endereço é Rua Arthur de Oliveira Vecchi 120, no Centro.

 

Já no dia 6, será a vez do público aprender mais sobre a “Nova Lei de Licitações e o tratamento dispensado às micro e pequenas empresas nas contratações públicas” e acompanhar a palestra “Entendendo Custos, Despesas e Preço de Venda”. A primeira agenda acontece entre 10h e 12h. A segunda, entre 14h30 e 16h30. Ambas serão no auditório da prefeitura.

 

“A ideia é proporcionar o enriquecimento de aprendizados a partir da troca de experiências e conhecimentos. Essas serão as três últimas oportunidades nessa leva. Mas estamos sempre estabelecendo parcerias para criar ocasiões ricas. Então, é importante que a população esteja atenta aos nossos canais oficiais”, pontua a coordenadora da Sala do Empreendedor da cidade, Andressa Chaves.

 

Primeiras atividades

 

Na semana passada, Mesquita sediou outras ações sobre empreendedorismo. Aconteceram a palestra “Crédito Consciente” e a oficina “Finanças pessoais e orçamento familiar”, nos dias 15 e 16 de maio, respectivamente. O encerramento se deu com debates sobre consumismo e consumo consciente.

 

No dia 15, os participantes entenderam mais sobre o sistema das finanças pessoais e sobre o funcionamento do mercado de crédito. Enquanto isso, no dia seguinte, as trocas foram marcadas por assuntos sobre o planejamento e a responsabilidade para administrar essas próprias finanças e dos familiares. Ambas foram comandadas por Andre Dbulco, consultor do Sebrae.

 

Para o consumo consciente, foram apresentadas seis perguntas: por que comprar, o que comprar, como comprar, de quem comprar, como descartar e como usar. “É necessário ter essa consciência para que essa atividade não se torne impulsiva. Porque acaba se tornando um vício, até se transformar em uma patologia, que é chamada de oneomania. O prazer está no comprar e não no ter”, explicou Andre. Ele também orientou os participantes sobre o passo a passo para limpar o nome junto aos órgãos responsáveis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *