Estudantes da rede pública participam de ações ambientais no interior fluminense

Águas do Rio reúne alunos de Itaocara e São Sebastião do Alto para conhecerem mais sobre a água e o saneamento básico

A importância da água, da preservação ambiental e do saneamento básico para a saúde das pessoas foi tema de debates com estudantes de escolas da rede pública de São Sebastião do Alto, na Região Serrana, e Aperibé, no Noroeste Fluminense. A iniciativa foi promovida pela Águas do Rio para celebrar o Dia Mundial da Água, comemorado em 22 de março.

 “Ficamos muito satisfeitos quando participamos desse tipo de ação com jovens. É importante conscientizá-los sobre temas tão relevantes. E, quando levam para casa tudo o que apreenderam nesses encontros, eles viram multiplicadores de conhecimento”, afirmou Rafael Gulineli, supervisor de tratamento de água e esgoto da concessionária.

 Por meio do Programa “Portas abertas”, alunos das escolas municipais Casimiro Moreira da Fonseca e Rômulo Sardinha, em Aperibé, tiveram a oportunidade de ver como funciona a estação de tratamento de água da cidade. Eles conferiram de perto todo o processo, desde a entrada da água bruta, filtragem, passando pelo laboratório de análise, até a desinfecção. Só depois disso tudo a água fica pronta para o consumo humano.

 “Eu gostei muito de visitar a ETA, é a primeira vez que venho. O laboratório é muito diferente, e o supervisor explicou muitas coisas, que só tínhamos visto nos livros e na escola”, comentou a estudante do 7° ano Iasmim de Azevedo.

 Em Itaocara, às margens do Rio Paraíba do Sul, funcionários da Águas do Rio e alunos da Escola Estadual Januário Pizza, que fica no Valão do Barro, distrito de São Sebastião do Alto, participaram de ação ambiental. Na ocasião, jovens do Ensino Médio realizaram a soltura de alevinos (peixes recém-nascidos), com apoio do Projeto Piabanha, fizeram o plantio de mudas de árvores nativas, com a ONG Noroeste+Verde, e participaram de bate-papo com especialistas em tratamento de água que trabalham na concessionária.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *