Eleições 2024 em São Paulo: Boulos tem 24% e Nunes 23%, diz Datafolha; números indicam empate técnico

O deputado federal Guilherme Boulos (PSOL-SP) e o prefeito de São Paulo (SP), Ricardo Nunes (MDB), permanecem polarizando a corrida eleitoral na maior cidade do Brasil, a menos de 5 meses do primeiro turno da eleição municipal, marcado para o dia 6 de outubro.

De acordo com a pesquisa do Datafolha divulgada nesta quarta-feira (29), Boulos aparece à frente, com 24% das intenções de voto, ante 23% do atual prefeito e candidato à reeleição. Ambos estão tecnicamente empatados.

No primeiro levantamento que incluiu o apresentador de TV José Luiz Datena (PSDB), o tucano aparece com 8% das menções, numericamente empatado com a deputada federal Tabata Amaral (PSB).

Ambos estão tecnicamente empatados com o coach Pablo Marçal (PRTB), que aparece com 7%. Ainda no primeiro cenário divulgado pelo instituto, surgem Marina Helena (Novo) Kim Kataguiri (União Brasil), numericamente empatados com 4% das intenções de voto.

 

Cenário 2

No segundo cenário testado pelo Datafolha, sem Datena e Kim, Ricardo Nunes fica numericamente à frente de Guilherme Boulos, marcando 26% contra 24% do pré-candidato do PSOL.

A terceira colocação fica dividida entre Tabata Amaral e Pablo Marçal, ambos com 9% das menções. Marina Helena, por sua vez, marca 6%.

 

Pesquisa espontânea

Na pesquisa espontânea do Datafolha, em que não são apontadas opções para o eleitor, Boulos é o mais lembrado, com 13% das menções, enquanto Nunes aparece com 9%.

Tabata Amaral, Pablo Marçal e Kim Kataguiri são mencionados por 1% dos entrevistados, cada um.

 

Rejeição

O Datafolha também mediu o índice de rejeição dos pré-candidatos à prefeitura de São Paulo. O mais rejeitado pelos eleitores é Guilherme Boulos, com 32% das menções.

Segundo o levantamento, 25% dos eleitores dizem que não votariam de jeito nenhum em Pablo Marçal, enquanto 24% não apoiariam Ricardo Nunes. Em seguida, na lista dos mais rejeitados, aparecem Datena (22%) e Kim Kataguiri (21%).

Entre os principais pré-candidatos, Tabata Amaral é a que tem a menor rejeição – apenas 16% dizem que não votariam nela em nenhuma hipótese.

 

A pesquisa

O Datafolha entrevistou 1.092 eleitores da cidade de São Paulo entre os dias 27 e 28 de maio de 2024. A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. O levantamento está registrado na Justiça Eleitoral sob o número SP-08145/2024.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *