Corpus Christi: RJ tem um dos maiores tapetes de sal da América Latina em São Gonçalo e ‘tapete solidário’ com doações para o Sul

A celebração do Dia de Corpus Christi, que acontece nesta quinta (30), conta com a tradicional montagem de tapetes de sal, que simbolizam a processão da chegada de Jesus a Jerusalém.

Entre os destaques da tradição no Rio estão:

  • São Gonçalo, na Região Metropolitana, terá mais uma vez o maior tapete de sal da América Latina;
  • Estudantes de uma escola do Méier, na Zona Norte, que fizeram um tapete solidário com alimentos que serão doados para o Rio Grande do Sul;
  • Um tapete com uma proposta sustentável no Cristo Redentor.

 

Veja detalhes das celebrações abaixo:

São Gonçalo tem esquema especial de trânsito para celebração

A celebração religiosa atrai milhares de pessoas para a região central do município, todos os anos, numa demonstração de fé que tem início no início da manhã, com a confecção dos tapetes. Para que o evento ocorra dentro das normalidades, a Secretaria de Transportes da Prefeitura de São Gonçalo montou esquema de trânsito especial para a celebração.

Durante a festa, serão arrecadados alimentos, que vão para doação para famílias cadastradas nas atividades sociais das igrejas do município.

Fica interditado, a partir das 19h da quarta-feira (29), o tráfego de veículos na a Rua Coronel Moreira César, no trecho entre os números 21 e 127, para a montagem do palco.

Será invertido o fluxo na Alameda Pio XII (que terá o ponto de táxi existente na via suspenso até o término do evento), da Praça Zé Garoto até a Igreja Matriz. O tráfego de veículos será desviado pela Alameda Pio XII e retornará a Rua Coronel Moreira César, pela rampa de acesso ao Hospital de Clínicas.

Já na quinta-feira (30), a partir das 4h, ficará interditado o trânsito nas ruas Dr. Feliciano Sodré (em toda sua extensão), Lara Vilela e Sá Carvalho, entre a Avenida Presidente Kennedy e a Rua Coronel Moreira César; Travessa Zeferino Reis, entre a Av. Presidente Kennedy e a Rua Dr. Feliciano Sodré; Rua Salvatori, entre as ruas Dr. Feliciano Sodré e Aluísio Neiva; Rua Eduardo Vieira, Trav. Jorge Soares e Rua Antônio dos Santos Figueiredo, entre as ruas Dr. Nilo Peçanha e Aluísio Neiva; Rua Dr. Nilo Peçanha, entre a Praça Dr. Luiz Palmier e a interseção com a Rua General Antônio Rodrigues; e a Rua Cel. Serrado, a pista sentido Centro, no trecho compreendido entre as Ruas Getúlio Vargas e Cel. Moreira César.

No sentido Barro Vermelho para o Centro, o trânsito será desviado da seguinte maneira: Rua Dr. Getúlio Vargas, Av. Humberto de Alencar Castelo Branco, Av. Jornalista Roberto Marinho, Rua Salvatori, Rua José da Silva Pessoa, José Lourenço de Azevedo, Salvatori, Aluísio Neiva, General Antônio Rodrigues e Dr. Nilo Peçanha.

Os veículos que desejarem passar pela Rua Francisco Portela deverão acessar a Rua Coronel Serrado, Av. Humberto de Alencar Castelo Branco, Av. Jornalista Roberto Marinho, Rua Salvatori, Rua José da Silva Pessoa, José Lourenço de Azevedo, Salvatori, Aluísio Neiva, General Antônio Rodrigues e Dr. Nilo Peçanha.

Fica proibido o estacionamento em todas as vias citadas até o término da celebração. A recomendação é que os participantes priorizem o uso de transporte público.

Colégio Imaculado Coração de Maria

Estudantes do Colégio Imaculado Coração de Maria, no Méier, Zona Norte do Rio, se juntaram, na manhã desta quarta-feira (29), para confeccionar o tradicional tapete de sal.

Mas, dessa vez, atendendo a uma iniciativa solidária especial: é o tapete solidário, confeccionado com alimentos não perecíveis que serão destinados a famílias em situação de vulnerabilidade, incluindo as do Rio Grande do Sul.

Tapete solidário feito por estudantes do Colégio Imaculado Coração de Maria — Foto: Milena Sant Anna/Reprodução

Entre os alimentos que serão arrecadados estão leite em pó, óleo, açúcar, macarrão, feijão, arroz, fubá, pó de café, sardinha ou atum em lata, biscoito, sal, molho de tomate, goiabada e achocolatado.

O tapete, que terá aproximadamente 4 metros, fica em exposição até às 16h desta quarta na Rua Aristides Caire, 141, no Méier. Logo após, irão recolher os alimentos e preparar para o envio a quem necessita.

Tapete solidário feito por estudantes do Colégio Imaculado Coração de Maria — Foto: Milena Sant Anna/Reprodução

Santuário Arquidiocesano Cristo Redentor

O santuário vai celebrar a solenidade com trazendo o tapete sustentável, que foi pensado para abrir a Semana do Meio Ambiente. Nele será representado os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pela Organização das Nações Unidas (ONU), as obras de misericórdia e uma imagem de Nossa Senhora, considerada a Rainha da Ecologia.

Ao fim da celebração na quinta, todos os resíduos serão levados para compostagem (processo de decomposição de materiais orgânicos que resulta em adubo).

Veja abaixo o cronograma do Corpus Christi no santuário:

  • 29/05, das 22h às 5h de 30/05: Jovens confeccionam o tapete de Corpus Christi com borra de café, serragem, casca de ovo e sal;
  • 30/05, às 7h: Adoração e Bênção do Santíssimo Sacramento, presidida pelo arcebispo do Rio de Janeiro, Cardeal Orani João Tempesta.

 

Semana do Meio Ambiente no Santuário do Cristo Redentor

Diversas outras atividades acontecem na semana que enaltece a pauta ambiental no Cristo:

Na segunda-feira (3), Dia Nacional da Educação Ambiental, será realizado o evento “Comitê Cristo G20 sobre Educação Ambiental” dentro do Seminário Cristo G20, com diálogos sobre Educação Ambiental e Sustentabilidade no contexto do G20.

Na quarta (5), Dia Mundial do Meio Ambiente, acontece uma missa, às 10h, para celebrar a data organizada pelo Vicariato para o Meio Ambiente e Sustentabilidade da Arquidiocese do Rio de Janeiro (Vemas).

Por fim, na quinta (6), inicia um treinamento sobre animais peçonhentos, às 15h, organizado pelo Instituto Vital Brasil aos funcionários do Santuário Cristo Redentor. Depois, o público pode participar de uma projeção especial no monumento ao Cristo Redentor, às 19h, que conecta os assuntos proteção do meio ambiente e a responsabilidade moral da humanidade com a natureza.

Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro — Foto: Alexandre Macieira/ Riotur

Procissão Auto do Corpo de Deus

No Centro da capital, a partir das 17h desta quinta-feira (30) a Arquidiocese do Rio de Janeiro realizará a procissão de Corpus Christi e a encenação “Auto do Corpo de Deus” ao lado da Catedral Metropolitana.

A procissão sairá da Igreja da Candelária, passando pela Praça Pio X, Avenida Presidente Vargas, Rio Branco, Avenida Nilo Peçanha, Avenida Graça Aranha, Avenida Almirante Barroso e finalmente chegando à Avenida República do Chile, em frente à Catedral Metropolitana de São Sebastião do Rio de Janeiro, onde se dispersará.

Ao fim da procissão, às 17h, começara o auto, ao lado da Catedral. O espetáculo gratuito conta com a participação de 20 artistas, entre atores, cantores e bailarinos.A adaptação traz cenas da vida de santos marcados pela experiência mística com a Eucaristia. O revive passagens das vidas de São Jorge, Santo Antônio, Santa Teresinha, Santa Clara e São Tarcísio, através de cenas costuradas por temas do cancioneiro devocional e da religiosidade popular que exaltam o Mistério da Fé, na presença de Jesus no Santíssimo Sacramento.

Paróquia São Nicolau de Suruí

A igreja em Magé, na Baixada Fluminense, confecciona o segundo maior tapete do estado do Rio pelo segundo ano consecutivo.

Os fiéis ornamentam 1,3km para a procissão e celebração. Em 2023, o tapete de Magé foi declarado Patrimônio Cultural Imaterial da cidade (Lei 2781/23).

“Na solenidade Corpus Christi é tradição a ornamentação do trajeto de procissão com um lindo tapete feito com pó de serragem, sal grosso, pó de café, casca de ovo e outros materiais. É uma maneira de darmos a devida importância para a maior demonstração pública de fé na presença real de Nosso Senhor Jesus Cristo no Santíssimo Sacramento, que passa visitando e abençoando o seu povo”, explicou o Padre Egnaldo Lima, pároco da Igreja de São Nicolau.

Tapete de sal da Paróquia São Nicolau de Suruí, em Magé — Foto: Secretaria de Comunicação Magé/Reprodução

“A diversidade cultural de Magé está intrinsecamente ligada à sua diversidade religiosa. O tapete de Corpus Christi de Suruí é uma iniciativa católica que bem exemplifica essa diversidade, trazendo beleza a uma das datas mais tradicionais do calendário cristão, por isso decidimos incluir como patrimônio da cidade”, salientou Bruno Lourenço, secretário de Cultura, Turismo e Eventos.

Tamanho do tapete

Formado por 433 quadros, ele terá 2 metros de largura e 3 metros de comprimento cada. O início será no morro da tricentenária Igreja São Nicolau, onde a marcação e a confecção começam nesta quarta, à noite.

A partir das 5h de quinta será montado o restante do tapete pelas ruas da cidade a partir da descida do morro da Igreja de São Nicolau, sendo concluído na Capela Nossa Senhora Aparecida, na Avenida Isabel de Paula.

Para a montagem e procissão, as ruas Avenida Isabel de Paula, Capitão José de Paula e Coronel José do Amaral serão fechadas no feriado.

No feriado, a celebração da santa missa será às 15h, no Centro Pastorals Em seguida, uma procissão pelas ruas do distrito até o palco na Avenida Isabel de Paula, onde será realizada a Benção do Santíssimo Sacramento.

Tapete de sal da Paróquia São Nicolau de Suruí, em Magé — Foto: Secretaria de Comunicação Magé/Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *