Dona da F1, Liberty Media adquire MotoGP por R$ 26 bilhões

O grupo americano de mídia que controla a F1, Liberty Media, confirmou nesta segunda-feira a aquisição da MotoGP, o principal campeonato mundial de motovelocidade. Os valores do acordo chegaram a 4,2 bilhões de libras, equivalentes a mais de R$ 26 bilhões.

A Liberty Media passa a ser dona de 86% das ações da categoria; os 14% restantes permanecerão sob gerenciamento da própria MotoGP, comandada pelo presidente Carmelo Ezpeleta.

A MotoGP existe desde 1949; hoje, o campeonato mundial que já coroou nomes como Giacomo Agostini, Michael Doohan, Valentino Rossi e Marc Marquez conta com 22 etapas em 18 países.

A F1 é propriedade da Liberty Media desde 2016, quando o então chefão Bernie Ecclestone ainda gerenciava a categoria. Na ocasião, o acordo de aquisição da elite do automobilismo europeu rendeu valores de 8,5 bilhões de dólares, hoje estimados em mais de R$ 42 bilhões.

Na época, Ecclestone foi mantido como diretor da Fórmula 1, mas a presidência foi assumida pelo empresário americano e ex-vice-presidente da produtora de cinema 21st Century Fox, Chase Carey. Carey deixou seu cargo em 2021, substituído pelo ex-chefe da Ferrari, Stefano Domenicali.

A F1 segue neste fim de semana para a quarta etapa da temporada 2024, o GP do Japão, em 7 de abril. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *