Dia de colheita de couve na horta comunitária em Itaperuna

Em Itaperuna, RJ, o programa “Mãos à Horta” é um enorme sucesso e já se tornou referência na região. O projeto vem se destacando como uma iniciativa bem-sucedida, ajudando na complementação alimentar de muitas famílias no município.

Na última terça-feira, 04, foi dia de colheita de couve na nova horta comunitária, localizada na Rua Dr. Antônio Olivier de Paula, Bairro Cidade Nova (em frente à Contábil Med). Nas primeiras horas da manhã, a equipe se reuniu na horta para celebrar mais uma colheita.

A horta comunitária é um verdadeiro símbolo de união e sustentabilidade. Nas entrelinhas dos canteiros, não se cultivam apenas hortaliças, mas também sonhos e esperanças. O prefeito Alfredo Paulo Marques Rodrigues, Alfredão, sempre ressaltou a importância deste projeto.

“A horta comunitária é mais do que um espaço de cultivo; é um lugar onde nossas equipes se encontram, aprendem e crescem juntos. Entendo que aqui, todos aprendem sobre a importância da agricultura. Cada colheita é uma vitória para todos nós”, comenta Alfredão.

Juliano Ladeira, secretário municipal de Agricultura, também falou sobre a horta comunitária.

“A horta comunitária é um exemplo claro de como o trabalho em conjunto pode transformar uma realidade. Ver a alegria nos rostos das pessoas que recebem os frutos do nosso trabalho é recompensador. Juntos, somos capazes de superar qualquer desafio”, pontua o secretário.

A horta comunitária não apenas fornece alimentos frescos e saudáveis para a população, mas também promove a educação ambiental e a sustentabilidade. As técnicas de cultivo utilizadas ali são exemplos de práticas agrícolas responsáveis e inovadoras, que respeitam o meio ambiente e garantem a qualidade dos produtos.

Entre os objetivos do programa “Mãos à Horta”, beneficiar alunos da Rede Municipal de Ensino e famílias atendidas pela Secretaria Municipal de Assistência Social, através do CRAS (Centro de Referência da Assistência Social).

O programa é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Agricultura, juntamente com as secretarias de Educação; Saúde; e Assistência Social, Trabalho e Habitação; além do Colégio Agrícola e PESAGRO-RIO (Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado do Rio de Janeiro).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *