Alunos da Escola Municipal Miguel Barbosa Júnior de Pinheiral Visitam CIEP 291 para conhecer novo mascote

Na última quinta-feira, 23, duas turmas da educação infantil, dos 1° e 2° anos da Escola Municipal Miguel Barbosa Júnior, localizada no bairro Km-2, área rural de Pinheiral, visitaram o CIEP 291 Dom Martinho Schlude para conhecerem o novo mascote da escola, o Dom. O encontro, descontraído e educativo para as crianças, faz parte da proposta pedagógica da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que prevê que os estudantes conheçam as instalações de outras unidades escolares.

O evento foi promovido pela Secretaria de Educação (SME) e contou com o apoio da professora Simone Guilherme, do diretor do CIEP, Luciano Marins e professores.

Durante a visita, os alunos foram divididos em grupos para participar de diversas brincadeiras, acompanhados pela professora de Educação Física, Dayane e estudantes do terceiro ano da instituição.

A presença do mascote Dom, conhecido por suas exibições de dança e por representar o colégio nos jogos, trouxe alegria e diversão aos estudantes. Desde sua apresentação oficial em 7 de maio, Dom tem sido uma presença animada, contribuindo para um ambiente educativo mais dinâmico e acolhedor.

A diretora da Escola Miguel Barbosa Júnior, Patrícia Freitas, falou sobre a importância desta atividade para a vida dos alunos, ressaltando como estes eventos contribuem para o desenvolvimento social e emocional das crianças.

“Promover a interação entre estudantes e mascotes escolares é uma estratégia poderosa para melhorar o ambiente educacional, o desenvolvimento integral de cada um deles, além de reforçar a ligação entre diferentes unidades escolares do município. Ficamos imensamente felizes com a alegria das crianças e agradecemos a nossa professora Simone Guilherme pela iniciativa e ao diretor e toda a equipe do CIEP pela recepção” disse a diretora.

A professora e organizadora do encontro, Simone Guilherme, destacou o objetivo da visita:

 “Mascotes escolares, como Dom, ajudam a engajar os alunos, promover valores positivos e facilitar o aprendizado. Eles atuam como símbolos de identidade e pertencimento e são ferramentas eficazes para fortalecer a comunidade. Queríamos que os alunos tivessem a oportunidade de conhecer o novo mascote e se envolverem em atividades que promovam a integração e o aprendizado de maneira lúdica. Espero que tenha sido um dia muito proveitoso para todos os estudantes”, pontuou a professora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *