Walter Cunningham, astronauta da Apollo 7, morre aos 90 anos

O astronauta norte-americano Walter Cunningham, que voou para o espaço a bordo da Apollo 7 em 1968 na missão inaugural, morreu na terça-feira (3), aos 90 anos, informou a Nasa.

Cunningham era último membro vivo da tripulação da Apollo 7, após a morte do comandante da missão Schirra, um dos astronautas originais do “Mercury Seven”, e do piloto do módulo de comando Eisele, em 2007 e 1987, respectivamente.

“Walt Cunningham era um piloto de caça, físico e empresário – mas, acima de tudo, ele era um explorador”, disse o administrador da NASA, Bill Nelson, em um comunicado.

Na Marinha e no Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA, Cunningham realizou 54 missões como piloto de caça antes de se aposentar com o posto de coronel.

Entre o serviço militar e o mandato da NASA, Cunningham passou três anos como cientista da Rand Corp., trabalhando em estudos de defesa e problemas relacionados ao campo magnético da Terra.

O astronauta seguiu uma carreira pós-NASA como investidor e executivo em vários empreendimentos comerciais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *