União Africana se torna membro permanente do G20

A União Africana tornou-se membro permanente do G20, que compreende os países mais ricos e poderosos do mundo, anunciou neste sábado (9) o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, na cúpula do bloco em Nova Délhi.

A União Africana (UA), bloco composto por 55 Estados-membros, tem agora o mesmo estatuto que a União Europeia – o único bloco regional com membros de pleno direito.

Modi, no seu discurso de abertura, convidou a União Africana, representada pelo presidente Azali Assoumani, a ocupar um lugar à mesa dos líderes do G20 como membro permanente.

“É uma honra receber a União Africana como membro permanente da família do G20. Isto fortalecerá o G20 e também fortalecerá a voz do Sul Global”, afirmou uma mensagem na conta oficial de Modi na plataforma X, anteriormente conhecida como Twitter.

Outras questões a serem decididas na cúpula incluem mais empréstimos às nações em desenvolvimento por parte de instituições multilaterais, a reforma da dívida internacional, as regulamentações sobre as criptomoedas e o impacto da geopolítica na segurança alimentar e energética.

O rascunho de 38 páginas que circulou entre os membros deixou o parágrafo “situação geopolítica” em branco – refletindo a profunda divisão sobre a guerra na Ucrânia.

O G20 era anteriormente composto por 19 países e pela União Europeia (UE), com os membros representando cerca de 85% do PIB global, mais de 75% do comércio global e cerca de dois terços da população mundial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *