Setor de Vigilância em saúde da prefeitura de Resende faz visita técnica

Encontro possibilitou que a gestão municipal conhecesse mais sobre as atividades realizadas na INB e a organização das ações internas emergenciais

Na última segunda-feira, dia 23, a Prefeitura de Resende, através da Vigilância em Saúde, realizou uma visita técnica nas Indústrias Nucleares do Brasil (INB). O encontro reuniu as representantes da gestão municipal, Carolina Bittencourt, Valéria Baracho e Brenda Benites; o coordenador do Plano de Emergência Local da INB, David Acherman e a analista de comunicação da empresa, Danielle Gasparini.

O objetivo da visita foi aproximar os responsáveis pela gestão de emergências em saúde pública relacionadas a desastres tecnológicos e os gerentes de emergências institucionais da INB, buscando conhecer os padrões e protocolos para diminuir os riscos de exposição a possíveis eventos de desastres.

A visita à área física da indústria possibilitou que a equipe da gestão municipal conhecesse um pouco mais sobre as atividades produtivas realizadas na INB e a organização das ações internas emergenciais em caso de acidentes. O encontro contribui com gestão de práticas do setor saúde do município.

– Por se tratar de uma empresa que lida com energia nuclear, que naturalmente contém seus riscos e particularidades, é fundamental que a gestão municipal obtenha esse conhecimento dos protocolos e procedimentos utilizados em caso emergencial. Fomos muito bem recebidos e nos foi passado de uma maneira muito clara as ações e planejamentos da empresa em caso de algum incidente. O preparo é muito importante e estamos felizes com todas as informações que recebemos. Vão ajudar a aprimorar nossos próprios protocolos também – disse a superintendente de Vigilância em Saúde, Carolina Bittencourt.

Vigidesastres

Vinculado à Vigilância Ambiental, que faz parte da superintendência de Vigilância em Saúde do município, o Vigidesastres é o segmento que acompanha, monitora e elabora planos de ações para os casos de desastres naturais e tecnológicos que possam acontecer no município. Através dele, o município possui um mapeamento de eventuais pontos de riscos e cria os planos de ações, contando também com a parceria da Defesa Civil. Valéria Baracho e Brenda Benites foram as representantes do Vigidesastres presentes na visita desta segunda-feira.

Indústrias Nucleares do Brasil (INB)

Segundo o Governo Federal, a INB é uma empresa pública que exerce, em nome da União, o monopólio da produção de urânio. Vinculada ao Ministério de Minas e Energia (MME), atua na cadeia produtiva do minério – o chamado “ciclo do combustível nuclear” – que inclui a mineração, o beneficiamento, o enriquecimento isotópico de urânio, a fabricação de pó, pastilhas e componentes metálicos, assim como a montagem dos elementos combustíveis que suprem as usinas nucleares brasileiras produtoras de energia elétrica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *