14 de julho de 2024

TV Prefeito

Portal de notícias dos municípios com videos e entrevistas. Cobertura diária das cidades das regiões: Metropolitana, Serrana, Lagos, Norte, Noroeste, Médio Paraíba e Centro Sul do estado do Rio de Janeiro. O melhor da notícia está aqui.

São João da Barra: Centro Terapêutico Pedro Machado já realiza 500 atendimentos semanais

É fazendo a diferença na vida de 143 usuários e seus familiares que o Centro Terapêutico Pedro Machado, com sede funcionando desde 9 de abril deste ano em São João da Barra, já realiza uma média de 500 atendimentos semanais a crianças, adolescentes e adultos com Transtorno do Espectro Autista (TEA), Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH), Transtorno Oposição Desafiante (TOD) e condições comórbidas.

Sob a coordenação geral da neuropsicopedagoga Rosa Trindade, a unidade, que é toda custeada pela Prefeitura, conta com uma equipe multidisciplinar formada por quatro psicólogos, três psicopedagogos, três neuropsicopedagogos, seis fisioterapeutas, quatro fonoaudiólogos, um psicomotricista, dois nutricionistas, uma assistente social, duas pedagogas e duas neuropediatras. No entanto, esses ainda não são números finais, já que, segundo Rosa, mais profissionais estão em processo de exames admissionais pelo Processo Seletivo vigente. Além dos atendimentos no Centro, há terapias em clínicas consorciadas.

Dados do Centro apontam que, em média, um mesmo usuário é atendido em quatro das oito especialidades disponíveis. Cada um deles é assistido nas terapias para as quais foi indicado pelos especialistas durante o processo de avaliação, que começou antes mesmo de a sede ficar pronta na Rua Professora Gladys Teixeira, n° 98 no bairro Água Santa, na sede. De 29 de junho de 2023, quando o projeto foi apresentado à população até os dias de hoje, a equipe multiprofissional realizou mais de 600 avaliações em um processo de triagem feito nos seis distritos do município.

Um dos atendidos no Centro Terapêutico Pedro Machado é o pequeno Caleb, de 4 anos, e os resultados obtidos com as sessões são comemorados por sua família. “Antes do Centro ele já era acompanhado na Policlínica, mas não com tudo que tem aqui. Nós estamos no Centro com ele duas vezes por semana. Na segunda-feira, ele faz três terapias e na quarta faz mais quatro. O desenvolvimento dele está muito bom, nós estamos vendo ele progredir bem. O atendimento é excelente. Graças a Deus ele está bem”, destacou Wallas França Barreto, morador do bairro Chatuba, na sede, que tem mais dois filhos, e se dedica a oferecer um atendimento especializado ao Caleb, que tem TEA, nível 2.

— Esse Centro foi muito importante para a gente, para poder nos ajudar, principalmente pessoas que não têm condições, como eu mesmo. É importante para o desenvolvimento das nossas crianças e isso reflete em toda a família — completou Wallas.

Segundo a coordenadora geral Rosa Trindade, o Centro Terapêutico Pedro Machado é uma instituição tripartite, vinculado às secretarias de Saúde, de Educação e a de Assistência Social e Direitos Humanos.

— Fizemos uma ampla triagem até que conseguíssemos abrir as portas aqui do Centro para atendimento terapêutico à população neurodivergente do município. Estamos atuando hoje no limite da nossa capacidade, mas 143 usuários não será o nosso número final. A quantidade de atendimentos que já realizamos é um avanço muito grande. Se você olhar o cenário nacional, dificilmente vai encontrar algum município como o nosso, em número de habitantes, que terá um serviço como o que temos em tão pouco tempo. São salas amplas, totalmente bem equipadas, bem estruturadas, e profissionais altamente especializados que continuam em capacitação. Nós ainda estamos engatinhando e acho que estamos começando muito bem. Podemos dizer que São João da Barra dá um passo à frente. É o pioneirismo sanjoanense — ressaltou a coordenadora.

Um dos grandes diferenciais apontados no Centro são os atendimentos com as neuropediatras, que possuem ampla experiência no atendimento a pessoas autistas. Até o momento já foram realizadas mais de 600 consultas. Dos 143 usuários assistidos na unidade, o maior número é de pessoas com Transtorno do Espectro Autista. “A demanda maior é do TEA, mais de 60%, e o TDAH estaria ali na casa de uns 30%, e a menor é o TOD, com uns 10%”, informou Rosa.

O trabalho desenvolvido no Centro Terapêutico Pedro Machado é realizado de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e cada vez mais tem envolvido as famílias nas terapias dos assistidos. Outro papel importante tem sido o trabalho de conscientização feito junto à sociedade, como aconteceu no desfile cívico de aniversário de São João da Barra, no último dia 17, marcando também o Dia do Orgulho Autista. Também serão levadas a diferentes públicos, várias palestras preparadas pelo Centro sobre pesquisas e terapias voltadas à população neurodivergente.

— O autismo, embora hoje esteja entrando mais visível na sociedade, é uma condição relativamente recente no sentido de os médicos realizarem o diagnóstico diferencial. Ao longo dos anos foi um trajeto de muitos estudos, muitas pesquisas, e os parâmetros e critérios clínicos foram se alargando. Então, aquilo que não era denominado como autismo, dependendo do caso, passou a ser e, com isso, veio esse boom que as pessoas falam tanto — comentou Rosa, que é psicopedagoga concursada do município e foi diagnosticada com TEA quando já era adulta, após vários anos sendo tratada sem saber que era autismo.

Trabalhando a todo tempo de forma sinérgica com as secretarias de Saúde, de Educação e a de Assistência Social, o Centro recebe principalmente usuários encaminhados pela rede escolar de diferentes idades. É emitido pela Secretaria Municipal de Educação um relatório do aluno que necessita de atendimento. No entanto, o acesso para a população também é feito por demanda livre, bastando preencher um formulário eletrônico disponível na bio do Instagram do Centro, que é @centroterapeuticopedromachado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *