São Gonçalo: Ecoponto do Barro Vermelho realiza evento destacando a importância da reciclagem

No Dia Mundial da Reciclagem, celebrado nesta sexta-feira (17), a Secretaria de Conservação da Prefeitura de São Gonçalo, em conjunto com a Eccos Sustentável, realizou o ‘Movimento Recicla São Gonçalo’, no Ecoponto do Barro Vermelho, localizado na Rua Lúcio Tomé Feteira. No evento, foram debatidos diversos temas envolvendo reciclagem e a preservação do meio ambiente.

 

O evento teve início por volta das 9h. Essa é a segunda edição do evento no município. A primeira ocorreu em fevereiro deste ano, no Ecoponto de Santa Luzia.

 

Durante o ‘Movimento Recicla São Gonçalo’ desta sexta-feira (17), diversos gonçalenses aprenderam mais sobre o meio ambiente. Foram desenvolvidas palestras com especialistas sobre temas como: biodiesel, reciclagem de isopor e reciclagem de óleo, dentre outros. Além disso, foi feita uma exposição e venda de produtos de artesãos de recicláveis em barraquinhas, sorteios, distribuição de brindes de materiais recicláveis e campanha de educação ambiental. O evento foi aberto ao público e contou também com a participação de alunos da Escola Municipal Joaquim Lavoura.

 

Para o secretário de Conservação, Edson Leal, o Ecoponto é motivo de orgulho e um exemplo quando se fala em reciclagem e meio ambiente. O Ecoponto venceu a 12ª edição do Prêmio Sebrae Prefeitura Empreendedora, na categoria Sustentabilidade e Meio Ambiente, sendo habilitada a concorrer na etapa nacional do prêmio, que será realizada no dia 11 de junho, em Brasília.

 

“Esse evento é mais um desenvolvido pela Secretaria de Conservação com o Ecoponto, através do projeto Limpa São Gonçalo, criado na gestão do Capitão Nelson. Com o Ecoponto, queremos expandir conhecimento para a população para que possamos alcançar cada vez mais o segmento da reciclagem, atraindo novos parceiros e ajudando o meio ambiente. Essa é mais uma programação de incentivo e promoção ao meio ambiente. Estamos chamando a atenção. Ontem, por exemplo, apresentamos nosso projeto do Ecoponto na Alerj e tem um grupo de Guapimirim e outro do Rio aqui hoje também. Eles estão conhecendo nosso trabalho hoje, dentre outros municípios, para implementá-lo também em outras cidades”, disse.

 

O consultor ambiental Edson Freitas, que atua nos Ecopontos, fica realizado com o sucesso do evento.

 

“Hoje, no Dia Internacional da Reciclagem, o Ecoponto do Barro Vermelho realizou palestras, organizou uma feira de artesão e uma campanha ambiental. Todos que passaram aqui ficaram encantados. Elas estão observando que a matéria-prima que antes era tratada como lixo é importante para virar novas embalagens e obras de artes”, afirmou.

 

A advogada Marilene Mariano de Oliveira é moradora do Barro Vermelho e, apesar de não trocar seus resíduos por dinheiro, ela ajuda quem precisa doando seu lixo para os catadores. Segundo ela, a reciclagem de resíduos é boa para todos.

 

“Eu tenho um tempo muito corrido, então, o que eu faço: separo para os catadores que precisam os meus resíduos recicláveis. Eu sempre venho aqui no Ecoponto, conheço o projeto e passei a separar os resíduos da minha casa. Acho o projeto ótimo para o meio ambiente, para as crianças aprenderem sobre reciclagem e para todo o nosso município. É incrível e espero que esse movimento cresça cada vez mais”, disse.

 

É no Ecoponto que a população pode realizar a troca de resíduos e materiais recicláveis por dinheiro digital. Os Ecopontos surgiram a partir da Meta 18 do Plano Estratégico Novos Rumos, desenvolvido pela Secretaria de Gestão Integrada e Projetos Especiais (Semgipe), que prevê a implantação da coleta seletiva de lixo no município. A ação é uma iniciativa da campanha “Limpa São Gonçalo”, desenvolvida pela Secretaria de Conservação da Prefeitura de São Gonçalo.

 

No Ecoponto, são aceitos materiais recicláveis de plásticos (garrafas PET, potes, embalagens de plástico em geral), papéis (jornais, revistas, folhetos, caixas de papelão, embalagens de papel), vidros (potes de alimentos, garrafas, copos, cacos de vidro), metais (latas de alumínio, latas de aço, pregos, tampas, panelas de alumínio, cobre, ferro), eletros (aparelhos de televisão, computadores, celulares, eletrodomésticos, rádios, geladeira, microondas) e óleo de cozinha vegetal usado.

 

Vale lembrar que a Secretaria de Assistência Social da Prefeitura de São Gonçalo está nos Ecopontos todos os dias e marcará presença no evento com o objetivo de emitir a documentação necessária para aqueles que não a possuem. Assim, o catador poderá ser cadastrado e sua conta digital será aberta. De lá, os catadores cadastrados já saem com o cartão que já pode ser usado nos comércios locais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *