23 de julho de 2024

TV Prefeito

Portal de notícias dos municípios com videos e entrevistas. Cobertura diária das cidades das regiões: Metropolitana, Serrana, Lagos, Norte, Noroeste, Médio Paraíba e Centro Sul do estado do Rio de Janeiro. O melhor da notícia está aqui.

São Gonçalo confirma novo caso de leptospirose e oito pessoas internadas com suspeita

A Prefeitura de São Gonçalo registrou, nesta quarta-feira (1º), um novo caso confirmado de leptospirose na cidade. Até o momento, são três confirmações no ano e uma morte, a do adolescente Guilherme Valentim, de 15 anos, que ocorreu na última quinta-feira (23). Outras oito pessoas estão internadas com suspeitas da doença no município.

De acordo com o órgão, a nova vítima está internada em um hospital particular. Não há informações sobre o seu estado de saúde. Outras oito pessoas aguardam resultado do exame para confirmação do diagnóstico em hospitais públicos do município. Nesta terça-feira (28), nove coletas para o exame de leptospirose foram realizadas, no Centro de Triagem, no bairro Zé Garoto. As confirmações acontecem por critério laboratorial pelo Laboratório Central de Saúde Pública Noel Nutels (Lacen).

Mesmo com os números, a prefeitura descarta um surto da doença que, historicamente, aparece em períodos de chuva. No mês de fevereiro, a cidade foi atingida por diversas enchentes ocorridas por grandes quantidades de chuva. Na ocasião de Guilherme, a casa do jovem, no bairro Vila Lage, foi alagada.

A prefeitura ainda ressaltou que o Centro de Triagem só está fazendo a coleta para o exame de leptospirose com encaminhamento médico. É preciso passar por consulta e, se o médico suspeitar de leptospirose, ele faz a solicitação de coleta de sorologia que, provisoriamente, está sendo feita no centro.

Agentes de saúde foram recomendados a reforçar junto aos moradores a necessidade de procurar uma unidade de urgência e emergência em caso de sintomas de febre abrupta, dor de cabeça e dores musculares, principalmente se a pessoa foi exposta a alagamentos, lama, esgoto, lixo e entulhos. O período de incubação da leptospirose varia de 1 a 30 dias (média de 5 e 14 dias).

A leptospirose é uma zoonose (doença infecciosa transmitida entre animais e pessoas). A infecção se dá após exposição direta ou indireta à urina de animais infectados, principalmente ratos. A penetração do microrganismo ocorre através da pele com presença de lesões ou pela pele íntegra imersa por longos períodos em água contaminada.

A fase inicial da doença é caracterizada pelo aparecimento repentino de febre acompanhada de dor de cabeça, dores musculares, falta de apetite, náuseas e vômitos. Também pode ocorrer sintomas como diarreia, dores articulares, sensibilidade à luz (fotofobia), dor ocular e tosse.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *