Rio retorna ao estágio de normalidade após fim de semana chuvoso

 O Rio de Janeiro retornou ao estágio de normalidade, na madrugada deste segunda-feira (10), após dois dias consecutivos em mobilização, por conta da forte chuva que atingiu a cidade no fim de semana. As condições do tempo hoje serão influenciadas pela presença de umidade na atmosfera e há previsão e chuvisco/chuva fraca isolada nos períodos da manhã e tarde. O céu estará predominantemente nublado e os ventos com intensidade fraca a moderada. As temperaturas seguem estáveis, com mínima de 17°C e máxima de 28°C.

De acordo com o Sistema Alerta Rio, entre 0h de sábado (8) e 0h de domingo (9), os acumulados de chuva ultrapassaram os 100 milímetros em alguns pontos da capital fluminense, como Jardim Botânico (125,0 mm – 87,3% da média); Vidigal (112,0 mm – 88,4% da média); Alto da Boa Vista (109,2 mm – 51,3% da média); Rocinha (105,4 mm – 66,8% da média); Tijuca/Muda (103,0 mm – 67,2% da média). Os acumulados registrados na estação da Urca (94,4 mm), neste período, foram equivalentes a 103,2% do esperado para todo o mês de abril.
No fim de semana, aproximadamente 350 agentes, entre servidores da Comlurb, Secretaria de Conservação, Defesa Civil, Guarda Municipal e operadores da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Rio), atuaram para eliminar bolsões d’água, limpar vias e orientar motoristas em cruzamentos com problemas semafóricos causados pela chuva. Foram realizadas 26 vistorias, sendo quatro delas de maneira emergencial e dois imóveis foram interditados. Não houve acionamento de sirenes.
Previsão do tempo
Segundo o Sistema Alerta Rio, entre a terça (11) e quinta-feira (13), haverá redução de nebulosidade e não deve chover. Nesses dias, as temperaturas máximas esperadas são de, respectivamente, 31º C, 32º C e 34º C, com mínimas de 15º C, 16º C e 18º C. Na sexta-feira (14), ocorrerá aumento de nebulosidade e previsão de chuva fraca a moderada a partir do fim da tarde, por conta da aproximação de uma frente fria e de áreas de instabilidade. A chuva poderá passar de 10mm/h em pelo menos um ponto da cidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *