Rio de Janeiro sedia pela 5ª vez Fórum da Rede de Parcerias para fortalecer gestão pública

O 28º Fórum Regional de Fortalecimento da Rede de Parcerias, realizado no Estádio Jornalista Mário Filho (Maracanã), reuniu especialistas e gestores para debater e aprimorar a eficiência dos serviços públicos no Estado do Rio de Janeiro, nesta última sexta-feira (10/05). O evento, que aconteceu pela 5ª vez no Rio, em colaboração entre o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos e o Governo do Estado, via Secretaria Extraordinária de Representação do Governo em Brasília, ofereceu uma plataforma vital para a capacitação de técnicos e o fortalecimento de políticas públicas.

O evento forneceu capacitação para técnicos de governos, instituições e  Organizações não Governamentais na elaboração de projetos e captação de recursos do Governo Federal, melhorando os processos e acelerando a liberação.

– Este fórum é uma demonstração clara do esforço para revitalizar a gestão pública e reforçar nosso compromisso com a transparência e com políticas públicas voltadas para a população, que são essenciais para a construção de um Rio de Janeiro mais justo e seguro. Estou grato por cada contribuição que transforma este evento de sucesso em uma plataforma de avanço e inovação – destacou o governador

Durante o fórum, o subsecretário Edmilson Suassuna enfatizou a importância da colaboração para o progresso do estado.

– Aproximamos pessoas de todas as regiões para discutir e encontrar soluções para o desenvolvimento fluminense. Mostramos que cada ação nossa é crucial. Deixar de enviar um projeto é deixar de construir uma escola ou uma ponte. É essencial que todos compreendam o impacto de suas funções na gestão pública – afirmou Suassuna.

Com experiência em captação de recursos, Alexandra Mattos, bióloga e assessora da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Obras Públicas (Seiop) aprovou a experiência.

– Cada fórum é uma oportunidade de crescimento. A capacitação oferecida é crucial para transformarmos nossas cidades através da captação eficaz de recursos – destacou.



Impacto nas políticas para mulheres


Um dos pontos altos do evento foi a assinatura do ato de cessão de imóvel para a construção da Casa da Mulher Brasileira. A iniciativa marca um grande avanço no apoio a mulheres em situação de violência, reunindo diversos serviços em um único local.

O projeto será financiado com cerca de R$ 16 milhões do Fundo Nacional de Segurança Pública e gerenciado pelo Ministério das Mulheres, com um custeio previsto de R$ 2,5 milhões anuais nos primeiros dois anos. Após esse período, a Casa será custeada por Estado e município.

Foi anunciado ainda um acordo de cooperação técnica que reserva 8% das vagas em contratações diretas de órgãos federais para mulheres vítimas de violência, um esforço pioneiro sob a nova Lei de Licitações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *