Programa Tô Lig@do: tablets despertam interesse de alunos e educadores em, Campos

Desde que o programa Tô Lig@do foi implantado na Rede Municipal, o uso da tecnologia nas unidades escolares tem ajudado a despertar a criatividade dos educadores e incentivar o interesse pelo processo de aprendizagem dos alunos. Um exemplo disso são as Escolas Municipais Clóvis Tavares e Lúcia Caldas, que têm utilizado o tablet na sala de aula como ferramenta educacional, em diversas áreas do ensino.
Gestora adjunta da Clóvis Tavares, Danielle Muguet disse que este ano todos os simulados foram feitos de forma digital, com o uso do tablet. A ferramenta é utilizada toda semana e tem, inclusive, cronograma de aulas com o equipamento.
“Nós da Escola Municipal Clóvis Tavares confiamos na utilização dos recursos tecnológicos em sala de aula. Inserir tais recursos proporciona um grande leque de oportunidades educacionais, além de preparar nossos alunos para um mundo cada vez mais digital e inovador. Com essa concepção, resolvemos implantar o simulado por meio dos tablets e a experiência foi maravilhosa. Ver a motivação dos alunos em segurar os tablets, o cuidado deles com o equipamento, o interesse no aprendizado, tudo isso nos dá a certeza de que estamos no caminho certo”, ressaltou Danielle.
Mãe da aluna Isabelle do 8° ano, Fernanda Pessanha de Souza afirmou que está muito satisfeita em ver as crianças participando de um aprendizado inovador. “Nós mães de alunos da rede pública municipal só queremos que nossos filhos tenham a mesma oportunidade que os alunos das escolas particulares. E estudar utilizando o tablet, para minha filha, tem sido muito bom”, acrescentou Fernanda.
Professora da Lúcia Caldas, Juliana Azevedo Neto de Souza disse que tem utilizado jogos pedagógicos de acordo com o nível da turma, com diversas atividades com base no que é trabalhado em sala de aula. Ela explicou que o jogo conta com níveis diferentes onde são trabalhadas várias áreas pedagógicas de uma forma leve e divertida.
“O uso do tablet é um recurso muito eficaz, faz com que a criatividade dos alunos seja constantemente estimulada e eles adoram. Conciliação de formas geométricas, reconhecimento numérico e alfabético, alimentação saudável, coordenação motora, entre outras atividades. O uso do tablet está incluso no nosso planejamento semanal, assim criando uma rotina para o uso. Percebo que o uso regular do tablet tem ajudado a minha turma na parte da concentração. Trabalha também a responsabilidade e cuidado com o equipamento, pois cada um tem o seu momento específico para o uso. Então eles sabem que tem que zelar pelo material, além deles amarem trabalhar com a tecnologia é uma forma mais leve de aprendizagem, e tão eficaz quanto”, explicou Juliana.
Para a gestora da Lúcia Caldas, Eliane Pessanha, o tablet favorece o processo de alfabetização, além de ser um estímulo digital, que tem o objetivo de otimizar, colaborar e inovar a aprendizagem.
“Contribui ajudando na coordenação motora e concentração. A tecnologia é sem sombra de dúvidas um ótimo instrumento educacional, sendo utilizado em nossa escola de forma consciente e apropriada. Nossos alunos adoram participar desses momentos que, além de lúdicos, abre portas para novas descobertas”, disse a gestora.
A aluna Hallana Alves também aprovou a ideia. “Eu acho muito legal o tablet porque é divertido e a gente aprende brincando”, destacou Hallana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *