Primeiro paciente a receber rim de porco em transplante morre dois meses após cirurgia nos EUA

Richard Slayman, de 62 anos, passou por procedimento no dia 16 de março, mas morreu neste sábado (11), confirmaram a família e o hospital que realizou a cirurgia, em Massachusetts. O transplante foi realizado por um médico brasileiro e representou um marco na medicina e um avanço para pacientes que aguardam por um órgão.

O primeiro ser humano a receber um rim de porco geneticamente modificado morreu neste sábado (11), quase dois meses após o transplante, nos Estados Unidos, informaram o hospital que fez a cirurgia e a família do paciente.

Richard Slayman, que tinha 62 anos, recebeu o rim no dia 16 de março em cirurgia realizada por um médico brasileiro no Hospital Geral de Massachusetts. Os cirurgiões afirmaram que acreditavam que o rim de porco duraria pelo menos dois anos.

Em comunicado, a equipe médica do hospital lamentou a morte de Slayman e afirmaram que não havia nenhum indício de que ele morreu como resultado do transplante.

Quando recebeu o rim em março, Richard afirmou que está vivendo um momento que desejou por muitos anos. “Agora, é uma realidade e um dos momentos mais felizes da minha vida”, escreveu.

O homem foi o primeiro ser humano vivo a passar pelo procedimento. Anteriormente, rins de porco haviam sido transplantados temporariamente para doadores em morte cerebral. Dois homens receberam transplantes de coração de porcos, embora ambos tenham falecido em questão de meses.

Primeiro transplante de rim de porco em uma pessoa viva — Foto: Massachussets General Hospital

A família de Slayman agradeceu aos seus médicos: “Seus enormes esforços liderando o xenotransplante deram à nossa família mais sete semanas com Rick, e as lembranças feitas durante esse tempo permanecerão em nossas mentes e corações”, disse o comunicado.

 

Os familiares afirmaram que Slayman passou pela cirurgia em parte para oferecer esperança para os milhares de pessoas que precisam de um transplante para sobreviver. “Rick alcançou esse objetivo e sua esperança e otimismo permanecerão para sempre”, afirmou o comunicado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *