Na estreia de Bruno Lage, Botafogo empata com o Patronato e avança às oitavas da Sul-Americana

Rio – Apesar do susto no segundo tempo, o Botafogo confirmou o favoritismo contra o Patronato e garantiu vaga nas oitavas de final da Sul-Americana. Nesta quarta-feira, 19, o Alvinegro empatou com a equipe argentina em 1 a 1 no Estádio Nilton Santos, pelo jogo da volta do playoff da competição. Luis Henrique abriu o placar, mas Arce deixou tudo igual no marcador.
Vale lembrar que o Glorioso venceu o Patronato no duelo de ida, na Argentina, por 2 a 0. Dessa forma, avançou às oitavas da Sul-Americana com um placar agregado de 3 a 1. O adversário do Botafogo na próxima fase da competição será o Guaraní, do Paraguai.
Agora, o time de Bruno Lage vira a chave para o Campeonato Brasileiro. O Botafogo volta a campo no próximo domingo, às 16h, para enfrentar o Santos na Vila Belmiro. A partida é valida pela 16ª rodada da competição.

O JOGO

O começo do Botafogo não poderia ter sido melhor. Isso porque logo aos três minutos, o Alvinegro abriu o placar no Estádio Nilton Santos. Janderson fez grande jogada pelo lado direito, invadiu a área, deu um drible da vaca no marcador e tocou rasteiro para Luís Henrique. Livre de marcação, o camisa 11 só teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo das redes.
Com a ampliação da vantagem no placar agregado bem cedo, o Botafogo não aumentou o ritmo dentro de campo. Mesmo nesse cenário, o time encontrava espaços e poderia chegar ao segundo gol ainda na etapa inicial.
Por outro lado, o Patronato manteve o apetite pelo jogo e chegou até mesmo a adiantar as linhas para pressionar o Glorioso. A equipe argentina, aliás, incomodou o Botafogo e teve chances balançar as redes, mas Gatito voltou bem à meta alvinegra e fez as defesas quando exigido.
No segundo tempo, o Botafogo até voltou com outra postura, foi pra cima do Patronato e chegou a colocar uma bola na trave com Janderson, após ótimo passe de Júnior Santos. Esse bom momento, contudo, não durou tanto. O Alvinegro voltou a diminuir o ritmo e viu o Patronato crescer na partida.
Dessa forma, numa chegada aos 22 minutos, o Botafogo abriu um buraco na defesa pelo lado esquerdo, e a equipe argentina não desperdiçou. Domingo avançou e tocou para Arce. Livre de marcação dentro da área, o meio-campista finalizou com categoria para deixar tudo igual no marcador.
Depois do gol marcado, o Patronato ainda tentou a virada e chegou a marcar nos acréscimos, mas o lance foi anulado por impedimento. Apesar do susto, o Glorioso conseguiu segurar o resultado, que o classificou às oitavas da Sul-Americana.

FICHA TÉCNICA

Botafogo x Patronato

Data e Hora: 19/07/2023, às 19h
Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Kevin Ortega (PER)

Cartões amarelos: Janderson, Philipe Sampaio, Hugo e Di Plácido (BOT) / Pereyra e Arce (PAT)
Cartões vermelhos: –
Gols: Luis Henrique (1-0) (03’/1ºT) / Arce (1-1) (22’/2ºT)

BOTAFOGO (Técnico: Bruno Lage)
Gatito; Di Plácido, Philipe Sampaio, Victor Cuesta e Hugo; Danilo Barbosa, Tchê Tchê (Lucas Fernandes, 14’/2]T) e Gustavo Sauer (Breno, 27’/2ºT); Matías Segovia (Júnior Santos, Intervalo), Luis Henrique (Diego Hernández, 14’/2ºT) e Janderson (Carlos Alberto, 27’/2ºT).
PATRONATO (Técnico: Rodolfo de Paoli)
Budiño; Ojeda, Domingo e Ghirardello; Novero (Cáceres, Intervalo), Vázquez, Jorge Valdéz e Facundo Cobos (Barinaga, 41’/2ºT); Valentín Pereyra (Arce, 14’/2ºT), Kevin González (Solís, 14’/2ºT) e Enzo Díaz (Sosa, 41’/2ºT).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *