Morre fundador da Toleman, primeira equipe de Senna na F1

Ted Toleman, fundador da equipe Toleman na F1, faleceu nesta quarta-feira aos 86 anos. Vítima de um ataque cardíaco enquanto estava em uma casa de repouso nas Filipinas, o britânico foi quem deu a Ayrton Senna sua primeira oportunidade na elite do automobilismo. Com o carro do time, Senna estreou na Fórmula 1 em 1984 e conqui

– Estou triste em saber que Ted Toleman faleceu. Ele deu muito à Fórmula 1 e suas conquistas e legado sempre farão parte da nossa história. Nossos pensamentos estão com sua família e amigos neste triste momento – lamentou Stefano Domenicali, presidente da F1.

 

Senna estreou na F1 pela Toleman há exatos 40 anos; a primeira corrida do brasileiro foi justamente o GP do Brasil, no Autódromo de Jacarepaguá no Rio de Janeiro. O piloto de apenas 24 anos na época, entretanto, abandonou a corrida após oito voltas.

Ayrton havia acabado de conquistar o título da Fórmula 3 Britânica e, apesar de testar com várias equipes da F1, recebeu oportunidade apenas na Toleman – nona colocada no campeonato de construtores de 1983.

Apesar do começo difícil, Senna e Toleman terminariam o ano na sétima colocação do Mundial, melhor resultado da equipe britânica. A posição veio com três pódios conquistados por Senna em Mônaco – corrida esta marcada pela atuação estelar do brasileiro debaixo de chuva -, na Inglaterra e em Portugal.

A Toleman, que havia estreado na F1 em 1981 e se classificou para apenas dois GPs em seu primeiro ano, retirou-se ao fim da temporada 1985. No ano seguinte, a equipe foi vendida para a Benetton, na qual Michael Schumacher conquistaria em 1994 e 1995 seus dois primeiros títulos mundiais.

Em 2002, a Renault assumiu o espólio do time, até passá-lo para a Lotus de 2012 a 2015 e retomá-lo em 2016. No campeonato de 2021, a escuderia passou a se chamar Alpine.

Senna acelera Toleman-Hart no GP de Mônaco de 1984 — Foto: Getty Images

 

Depois de deixar a F1, Ted Toleman chegou a ter negócios de lanchas e até administrou uma monocultura de bananas na África do Sul, antes de mudar-se para uma casa de repouso nas Filipinas.

A F1 retorna daqui a duas semanas com o GP da China no Circuito Internacional de Xangai, em 21 de abril, válido como a 5ª etapa da temporada.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *