Ministro Luís Roberto Barroso, e prefeito Eduardo Paes abrem hoje exposição “Brasília, a arte da democracia”, na FGV

 

A FGV Arte, espaço experimental e de pesquisa artística da Fundação Getulio Vargas, inaugura sua segunda exposição intitulada Brasília, a arte da democracia, sob curadoria de Paulo Herkenhoff, na sexta-feira, 12 de abril, às 18h. A mostra está aberta ao público até 14 de julho de 2024. Durante os últimos quatro anos, Herkenhoff levantou um material tão extenso que precisou dividir em etapas. Em Brasília, a arte da democracia, foram reunidos artistas das cinco regiões do país, que recorrem a uma vasta diversidade de técnicas e modos de vivenciar a arte.

São 180 itens de 80 artistas [nomes abaixo], incluindo documentos, como o diploma de Candango, conferido aos operários, que levantaram a nova cidade, por Juscelino Kubitschek, presidente do Brasil, de 1955 a 1961, responsável pela construção de Brasília e a transferência do poder do Rio de Janeiro para o planalto central; o croqui do plano piloto assinado por Lúcio Costa e o manuscrito de Oscar Niemeyer sobre o monumento JK.

 

Em exibição, trabalhos de artistas contemporâneos como Cildo Meireles, Vik Muniz, Rosângela Rennó, Anna Maria Maiolino, Carlos Zílio, Jonathas de Andrade, Daiara Tukano, Adriana Cariu, Xadalu, Pedro Motta, Bené Fonteles, Siron Franco; fotos de Evandro Teixiera, Milton Guran, Leonardo Finotti, Orlando Brito, Ricardo Stuckert, Joaquim Paiva; livros de Elio Gaspari, Nicolas Behr e Raúl Antelo (sobre Maria Martins e Duchamp); mobiliário de Oscar Niemeyer, Sérgio Rodrigues, Lina Bo Bardi, Bernardo Figueiredo e Zanine Caldas; obras de consagrados como Maria Martins, Marcel Duchamp, Guignard, Mary Vieira, Ceschiatti e Rubem Valentim; uma foto-instalação, com 42 imagens geradas por IA, de Christus Nóbrega, que reimagina utopicamente os personagens e o processo de edificação da capital federal.

Exposição Brasília, a arte da democracia
FGV Arte

Praia de Botafogo 190
Terça a domingo, 10 às 20h
Sábado, domingo e feriado, 10 às 18h

Em cartaz até 14 de julho de 2024
Mais informações, acesse o site Link ou pelo e-mail: arte@fgv܂br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *