MEC participa de premiação de olimpíada de matemática

O Ministério da Educação (MEC) participou, nesta quarta-feira, 27 de março, da cerimônia virtual de premiação da 1ª Olimpíada de Professores de Matemática do Ensino Médio (OPMbr). Evento prestigiou os 67 medalhistas da competição, que reuniu cerca de 600 docentes de todo o País. A olimpíada buscou identificar talentos e propagar boas práticas no ensino da disciplina no Brasil. O MEC busca estabelecer parcerias educacionais com os premiados. 

Representando o Ministério, a secretária-executiva, Izolda Cela, parabenizou os 67 medalhistas e os convidou a auxiliar o MEC em um plano voltado à melhoria da aprendizagem de matemática. “O MEC entrou nessa parceria institucional com a finalidade de agregar esses professores a práticas e processos que venham a nos ajudar em um plano nacional voltado ao trabalho com professores da disciplina. Que o Ministério possa contar com a contribuição desses docentes para fazer florescer e prosperar nosso programa voltado à melhoria da aprendizagem da matemática de crianças e jovens brasileiros”, afirmou. 

Izolda Cela ainda destacou que a competição é importante não apenas para medir o conhecimento de matemática no Brasil, mas também para tornar visíveis as boas práticas em sala de aula e para constituir uma rede que venha a compartilhar ações pedagógicas com professores no País inteiro. “A olimpíada não avaliou simplesmente o conhecimento de matemática, mas muito mais que isso. Avaliou os saberes, as práticas relacionadas ao ensino da disciplina. Agregou conhecimentos relacionados à didática, ao comprometimento. E esse foi o diferencial de todo o processo da OPMbr”, definiu a secretária.  

Dos 67 finalistas, 10 professores foram premiados com medalha de ouro e vão ganhar uma viagem para conhecer o sistema educacional da China, país classificado entre os melhores em matemática no ranking do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa). Além dos medalhistas de ouro, foram selecionados 9 professores com medalha de prata e 48 com bronze. Entre os medalhistas, 38 são vinculados à rede estadual; 14 são de escolas particulares; 11, da rede federal; e 4, da municipal. 

A olimpíada é promovida por uma equipe de engenheiros do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Com o apoio do MEC e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), a competição teve como objetivos: estimular o ensino da matemática no Brasil; identificar e propagar boas práticas no ensino da disciplina; identificar talentos entre os professores e incentivar o ingresso em áreas científicas e tecnológicas; entre outros. 

José Antônio Puppim de Oliveira, membro do Conselho Gestor da OPMbr e professor titular da Fundação Getulio Vargas (FGV), explicou a motivação para a realização da olimpíada: “Nosso objetivo, ao realizar a OPMbr, foi tentar dar apoio para melhorar a posição do Brasil na área da matemática. Há 20 anos, a China estava na mesma posição que o Brasil está. Então, queremos que os vencedores conheçam de perto o que o país asiático fez, o que poderíamos aprender com eles e, por fim, trazer esse conhecimento para o Brasil”, declarou. 

 

Conheça os dez medalhistas de ouro: 

  • Christiano Otávio de Rezende Sena — Cefet-MG Campus I, em Belo Horizonte (MG) 
  • Felipe Mascagna Bittencourt Lima — IFSP Campus São João da Boa Vista Jardim Itália, em São João da Boa Vista (SP) 
  • José Fábio de Araújo Lima — EE Centro Integrado de Educação Assis Chateaubriand, em Feira de Santana (BA) 
  • Josieli Fátima Tonin Pagliosa — EE Normal José Bonifácio, em Erechim (RS) 
  • Kácio José Cardoso Santos — Centro Estadual de Educação Profissional Professora Lourdinha Guerra, em Parnamirim (RN) 
  • Milena Monique de Santana Gomes — EE Olivina Olivia Carneiro da Cunha, em João Pessoa (PB) 
  • Roberto Cesa Cucharero Peregrina — CE Prefeito Mendes de Moraes Ilha do Governador, no Rio de Janeiro (RJ) 
  • Romis de Sousa Moraes — Escola Municipal Madre Teresa de Jesus, em Ourilândia do Norte (PA) 
  • Rubens Lopes Netto — Centro de Educação Quilombola Deputado Júlio Pires Monteles, em Anapurus (MA) 
  • Silmara Louise da Silva — EE David Campista, em Poços de Caldas (MG) 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *