14 de julho de 2024

TV Prefeito

Portal de notícias dos municípios com videos e entrevistas. Cobertura diária das cidades das regiões: Metropolitana, Serrana, Lagos, Norte, Noroeste, Médio Paraíba e Centro Sul do estado do Rio de Janeiro. O melhor da notícia está aqui.

Lula: “golpe em Dilma e governo do coiso destruíram as políticas de proteção à mulher”

O presidente Lula (PT) participou de evento nesta quarta-feira (8) no Palácio do Planalto pelo Dia Internacional das Mulheres e afirmou que o golpe contra a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e a eleição de Jair Bolsonaro (PL) destruíram as políticas públicas de proteção às mulheres que existiam e favoreceram a continuidade da desigualdade de gênero.

“O fato de dizer que temos 11 mulheres no governo não faz vocês agradecerem ao governo. Faz vocês dizerem que faltam mais mulheres participando do governo. E isso é um processo que a gente vai avançando na medida em que a sociedade vai conquistando espaço. É um processo que começou em 2003 quando ganhamos as eleições, é um processo que continuou com a companheira Dilma quando ela ganhou em 2010. Mas é um processo que vocês percebem que sofreu um retrocesso muito grande a partir do golpe de 2016 na companheira Dilma Rousseff e sofreu um golpe ainda maior depois que o ‘coisa’ foi eleito presidente da República”, afirmou.

Ele salientou na sequência ser necessário não apenas garantir direitos para as mulheres, mas lutar para mantê-los. 

“Vocês viram o retrocesso não apenas que as mulheres sofreram, o retrocesso que a sociedade brasileira sofreu, que os avanços sociais sofreram. Por isso é importante vocês estarem preparados. A gente tem que lutar não apenas para conquistar, mas para manter. Vocês perceberam que é muito fácil destruir uma coisa que você levou anos para construir. Desde 1943 que está escrito na CLT que a mulher tem direito e ter o mesmo salário que o homem, mas sempre tem uma vírgula que fica dando volta, dando volta e dando volta”.

Veja outros trechos do discurso do presidente:

“É um dia muito especial para cada uma de vocês que estão presentes neste ato, mas acho que também é um dia especial para quem não teve oportunidade de estar aqui e certamente será beneficiada com as políticas públicas que estamos anunciando hoje para que possa qualificar melhor a igualdade entre homens e mulheres no planeta Terra, a começar pelo nosso Brasil. Houve um tempo em que o 8 de março era comemorado com distribuição de flores para as mulheres, enquanto os outros 364 dias do ano era marcados pela discriminação, machismo e violência. Hoje, nós estamos aqui comemorando o 8 de março com o respeito que as mulheres exigem. Respeito em todos os espaços que elas queiram ocupar, seja no trabalho, em locais públicos, na política ou dentro de suas próprias casas. Respeito que lutamos para construir quando governamos este país. REspeito que faltou ao governo anterior quanto optou pela destruição de políticas públicas, cortou recursos orçamentários essenciais e chegou a estimular de forma velada a violência contra as mulheres. Tenho a satisfação de dizer a vocês que finalmente o Brasil voltou. Voltou para combater a discriminação, o assédio, os estupros, o femincídio e todas as formas de violência contra as mulheres”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *