Light envia equipes para atuar no Rio Grande do Sul

 

Com a maior rede subterrânea da América Latina, empresa disponibilizou profissionais especializados ao estado

 

O Ministério de Minas e Energia (MME) mobilizou empresas de distribuição de energia do país para dar apoio ao trabalho de reconstrução das cidades do Rio Grande do Sul (RS), após a triste tragédia que atinge o estado.

 

O fornecimento de energia é fundamental para o conforto e a dignidade das pessoas, assim como para a retomada da normalidade na região, permitindo o funcionamento de escolas, unidades de saúde, comércios e residências.

 

A Light está atuando em parceria com as companhias de energia do Sul e participando do planejamento para a religação da rede de energia. A empresa vai enviar, a partir de terça-feira (21/5), 13 viaturas e 43 profissionais especializados na atuação em rede subterrânea, em avião da Força Aérea Brasileira (FAB), para dar suporte in loco aos profissionais do estado, já que muitas das áreas afetadas possuem redes subterrâneas de energia. O objetivo é que as equipes estejam em campo já no dia seguinte, quarta-feira. As equipes embarcaram por volta das 10h.

 

Os profissionais da Light destacados para o trabalho possuem experiência no tema, pois atuam na maior rede subterrânea da América Latina. São pais de família que deixarão seus lares e suas rotinas, por tempo indeterminado, para ajudar pessoas e contribuir com uma causa de tamanha importância.

 

É o caso, por exemplo, do técnico de campo Pedro Ernesto Torres, colaborador da Light há 14 anos, que vai embarcar para Sul a 20 dias do aniversário de quatro anos de seu filho, João Pedro:

“Encaro esta convocação com bastante carinho e amor. Pessoas perderam suas histórias, seus familiares e bens materiais. Saber que vamos poder participar da reconstrução da região e poder levar um pouco mais de conforto para tantos é muito especial”, conta.

 

Ao todo, a Light vai enviar um Gerente, dois engenheiros, 13 técnicos de campo, um técnico de segurança e 26 eletricistas.

 

A distribuidora carioca também está desmobilizando os 98 geradores instalados nas ilhas do Governador e de Paquetá, na cidade do Rio de Janeiro (RJ), para que sejam liberados e destinados ao RS. A companhia está intermediando o contato entre os fornecedores dos equipamentos e as distribuidoras gaúchas.

 

Cabe ressaltar, também, que a Light está participando de uma iniciativa da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee), em que as concessionárias associadas estão doando o valor de R$ 2 milhões para contribuir com o difícil momento passado pela população gaúcha.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *