Iniciativa da Procuradoria do Município do Rio e da UFRJ promete aprimorar inteligência fiscal

A Procuradoria do Município do Rio (PGM) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), por meio do Instituto de Matemática (IM), assinaram nesta segunda-feira (10/4), um Acordo de Parceria que possibilitará pesquisas nas áreas de informática jurídica e inteligência fiscal, entre outras.

O projeto de cooperação científica com desenvolvimento tecnológico tem como objetivo a análise, a classificação e a ordenação dos devedores do Município do Rio. A previsão é que os pesquisadores da Universidade classifiquem – com base no banco de dados da Procuradoria – categorias de devedores com maior probabilidade de pagamento da Dívida Ativa municipal.

– Estamos investindo em pesquisa acadêmica porque acreditamos nesse caminho também para fins de gestão pública. Com os dados a serem fornecidos por meio de pesquisas vamos poder planejar melhor a cobrança de débitos municipais – disse o Procurador-Geral do Município do Rio, Daniel Bucar.

O professor Wladimir Neves, coordenador do projeto, tem grandes expectativas com essa parceria.

– A sociedade civil carioca poderá ter ideia das potencialidades que a matemática e a estatística têm na resolução de problemas, em particular a inteligência artificial –  disse.

Carlos Frederico Rocha, reitor da UFRJ em exercício, também recebeu com entusiasmo a iniciativa.

– A ciência e a educação precisam ocupar um local estratégico no desenvolvimento do país. Para que o Brasil tenha um sistema científico sólido e capaz de lidar com as demandas emergentes de forma efetiva, precisamos de um investimento contínuo em ciência e pesquisa – acrescentou.

O acordo será realizado ao longo de doze meses e prevê ainda a cooperação acadêmica entre as instituições.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *