13 de julho de 2024

TV Prefeito

Portal de notícias dos municípios com videos e entrevistas. Cobertura diária das cidades das regiões: Metropolitana, Serrana, Lagos, Norte, Noroeste, Médio Paraíba e Centro Sul do estado do Rio de Janeiro. O melhor da notícia está aqui.

Governo Federal dá sequência à elaboração da peça orçamentária de 2025

O Governo Federal deu continuidade nesta segunda-feira, 17/6, a uma série de reuniões que integram o processo de elaboração da peça orçamentária de 2025, momento estratégico na definição de metas e prioridades da gestão para o próximo ano. A peça está sendo elaborada pelo Ministério do Planejamento e Orçamento (MPO), com o suporte técnico de várias áreas vinculadas ao Ministério da Fazenda (MF).

Os ministros Fernando Haddad e Simone Tebet se reuniram com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Palácio do Planalto para discutir as medidas, que têm o objetivo de recompor as bases fiscais do Brasil e manter projeções de investimentos sociais e em infraestrutura.

“Foi uma primeira reunião produtiva para que o presidente tivesse total familiaridade com o que vem acontecendo na execução deste ano e nos preparativos para que nós possamos elaborar uma peça orçamentária que garanta os direitos das pessoas, o espaço discricionário e o preenchimento do ano que vem”, disse o ministro Haddad.

A ministra Simone Tebet registrou os indicadores macroeconômicos positivos e reforçou que o país conseguiu crescer em 2023 mantendo a inflação sob controle. “O crescimento normalmente gera inflação e preocupação, mas todos os índices macroeconômicos estão positivos”, afirmou.

Segundo ela e Haddad, os desafios lançados no horizonte estão no crescimento dos gastos com a Previdência e no crescimento de gastos tributários resultantes de renúncias fiscais. As alternativas para reversão dessa tendência serão debatidas nas próximas reuniões com o presidente.

 

REFORMA TRIBUTÁRIA — Durante a reunião, o presidente Lula pediu empenho dos ministros para agilizar a tramitação da regulamentação da Reforma Tributária. “Uma vez que o projeto mais estratégico da área econômica é a Reforma Tributária, dado o impacto que terá na economia, na produtividade, na simplificação, na transparência, é uma ansiedade grande do presidente para que isso seja considerado por todos nós. Precisamos garantir o cronograma que o próprio presidente da Câmara, Arthur Lira, já divulgou de votação”, indicou o ministro da Fazenda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *