21 de julho de 2024

TV Prefeito

Portal de notícias dos municípios com videos e entrevistas. Cobertura diária das cidades das regiões: Metropolitana, Serrana, Lagos, Norte, Noroeste, Médio Paraíba e Centro Sul do estado do Rio de Janeiro. O melhor da notícia está aqui.

Gonzalo Montiel, jogador do Sevilha e da seleção argentina, é acusado de abuso sexual

Gonzalo Montiel foi acusado de um caso de “abuso sexual com acesso carnal, agravado pela participação de duas ou mais pessoas”. O jogador do Sevilha, da Espanha, e da seleção argentina, depôs nesta quinta-feira (15) na Unidade Funcional de Violência Familiar e de Género N.º 3 de La Matanza, na Argentina. O estupro teria ocorrido em 1º de janeiro de 2019, na casa de sua família, em Virrey del Pino, Buenos Aires. As informações são do site espanhol Mundo Deportivo.

Segundo o relato da vítima, naquele dia comemoravam o aniversário do atleta. A jovem garante que a última pessoa que viu antes de desmaiar foi Montiel. Na manhã seguinte, ela apareceu “deitada na entrada da casa (da família Montiel) com hematomas, coberta de lama, com todas as roupas fora do lugar e com a irmã de Gonzalo gritando comigo ‘não mexa com meu irmão, não diga o nome dele, porque eu vou te matar'”, explicou o jornalista Gustavo Grabia.

No depoimento à Justiça, Gonzalo Montiel reconheceu ter tido “relações sexuais consensuais” com a suposta vítima meses atrás. No entanto, negou qualquer envolvimento relacionado à acusação, mas apontou para um de seus amigos, chamado Acosta Alexis.

“Minha mãe e meus amigos começaram a me contar que C. estava gritando com raiva e dizendo que era tudo minha culpa porque eu não tinha cuidado dela. Eu não entendi o que ela quis dizer. Eles me disseram que Alexis a havia levado para casa e que eles haviam estado no carro do meu pai que estava estacionado dentro de casa”, explicou o jogador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *