Funcionário de empresa terceirizada da Cedae morre atropelado por rolo compressor em Macaé

Um funcionário de uma empresa que presta serviço para a Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae) morreu após ser atropelado por um rolo compressor desgovernado em Macaé, no Norte Fluminense.

O acidente, registrado por uma câmera de segurança, foi no início da tarde desta quarta-feira (15) no bairro Granja dos Cavaleiros. Valdecir José de Moraes, de 61 anos, trabalhava para a empresa Chison.

Nas imagens, é possível ver alguns funcionários da Cedae ao lado de um carro enquanto realizavam o serviço em uma casa, quando uma máquina de rolo compressor desce a rua em alta velocidade.

No momento, os funcionários conseguem escapar, mas Valdecir acaba sendo atingido pela máquina. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas o funcionário morreu no local.

Testemunhas que estavam no local disseram que o rolo compressor, operado por um funcionário da empresa terceirizada, perdeu o freio e desceu a ladeira desgovernado, atingindo o carro e uma igreja que estava vazia no momento do acidente.

O operador da máquina foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros com ferimentos leves e levado para o Hospital Público de Macaé.

O corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Macaé e depois foi liberado para a família. Valdecir José foi enterrado na manhã desta quinta-feira (16).

A ocorrência foi registrada na delegacia. Em depoimento à Polícia Civil, o condutor confirmou que o rolo compressor perdeu o freio e que a máquina já apresentava problemas mecânicos ao descer da carreta.

Em nota, a Cedae disse que lamenta o ocorrido e que irá prestar toda assistência necessária para a família. A concessionária também esclareceu que a máquina não pertencia à empresa e não realizava serviço para a Companhia.

“A Cedae lamenta profundamente o ocorrido com o funcionário terceirizado Valdecir José de Moraes, que foi a óbito nesta quarta-feira (15/5), em Macaé. Valdecir era contratado da empresa Chison, que presta serviço à Cedae no município. A Companhia dará toda a assistência necessária neste momento e manifesta solidariedade aos familiares e amigos. Cabe destacar que a máquina que atingiu Valdecir não pertence à Cedae e não realizava serviço para a Companhia. Técnicos de Segurança do Trabalho da Cedae e equipe da Chison estão no local para investigação do acidente”, disse a companhia em nota.

g1 tentou contato por telefone com a empresa Chison, mas ainda não obteve resposta. Já a empresa Suad Terraplanagem, responsável pelo rolo compressor, não se manifestou sobre a suposta falha na máquina, disse apenas que tem mantido contato com a família de Valdeci. Explicou ainda que a garagem da empresa fica na rua do acidente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *