Flamengo e Bragantino acertam valores, mas paulistas querem Léo Ortiz nos jogos com o Botafogo

Flamengo e Bragantino se acertaram em relação a valores na madrugada desta sexta-feira. Em reunião que se encerrou perto das 3h da manhã, chegou-se a um entendimento para que o Rubro-Negro pague 8,5 milhões de euros pela transferência. Léo Ortiz assinará contrato válido até dezembro de 2028.

O Rubro-Negro pagará 7 milhões de euros em duas parcelas e mais 1,5 milhão na mesma moeda por variáveis. Ortiz não participou do treinamento do Bragantino nesta sexta-feira.

Uma pendência, porém, ainda impede que Flamengo e Ortiz celebrem oficialmente o fim da arrastada negociação. O Bragantino, apoiado em brecha do Regulamento Nacional de Registro e Transferência de Atletas de Futebol (RNRTAF), deseja que o zagueiro participe dos dois jogos contra o Botafogo pela última fase de mata-mata da pré-Libertadores.

No artigo 33 do RNRTAF, §3º, alínea c está expresso o seguinte:

A rescisão por mútuo acordo ou o encerramento do contrato especial de trabalho desportivo (inclusive de empréstimo) com o clube anterior, ou a cessão temporária, ocorrida(o) entre os dias 01/04 a 19/04/2024, sendo que, nesses casos, a solicitação de transferência deve ser concluída no SNR até o dia 19/04/2024. O atleta em questão necessariamente deve ter participado do Campeonato Estadual de 2024.

Com isso, há brecha para inscrição de jogadores após o encerramento da janela de transferências, previsto para o dia 7 de março.

Flamengo, Léo Ortiz e seu empresário são contra. As partes entendem que seria arriscado o atleta participar do duelo.

Avanço na madrugada

Flamengo, Bragantino e Léo Ortiz estiveram reunidos até de madrugada. Marcos Braz e Bruno Spindel representaram os cariocas, Diego Cerri foi a voz dos paulistas, enquanto Paulo Pitombeira defendia os interesses de Ortiz.

Pitombeira foi quem conseguiu colocar Cerri, executivo de Bragantino, na mesa de negociação. Antes irredutível em não vender o atleta a rivais brasileiros, o clube de Bragança Paulista não queria conversar. O agente, ciente do desejo do cliente de jogar pelo Flamengo, costurou a negócio e formalizou que abririam 25% que teriam direito em futura transferência.

Com o entendimento em relação a valores, basta definir a questão esportiva para o encaminhamento dos contratos para a matriz alemã da Red Bull, cujo futebol é tocado por Oliver Mintzlaff e o ex-atacante Mario Gomez.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *