Dia de Corpus Christi é celebrado com tradicionais tapetes de sal em São Pedro da Aldeia 

Com o tema “Eucaristia”, setores municipais, escolas, instituições sociais e religiosas uniram-se para colorir as ruas do Centro 
As ruas do Centro de São Pedro da Aldeia se encheram de cores e significado na quinta-feira (30/05), data em que se comemora o dia de Corpus Christi. O prefeito Fábio do Pastel acompanhou a confecção dos tradicionais tapetes de sal. Com homenagens ao momento vivido pelo estado do Rio Grande do Sul, releituras de momentos bíblicos e representatividade dos povos, os tapetes de sal enfeitaram a Rua João Martins.
O prefeito Fábio do Pastel destacou a felicidade de acompanhar o envolvimento da população nesta tradição. “A gente fica muito feliz de ver a população acompanhando os tapetes, isso é uma tradição do município e já se tornou um evento cultural também, que marca nossa cidade. Gostaria de parabenizar toda a equipe municipal envolvida e também às escolas e instituições sociais e religiosas que marcaram presença e deixaram nossa rua muito bonita. Isso é motivo de muita felicidade, ver as pessoas mantendo viva essa cultura”, ressaltou.
A Secretaria de Cultura convidou artistas plásticos renomados para a confecção do tapete às portas da Igreja Matriz. “Embora seja um evento religioso, é, também, uma tradição cultural muito forte aqui em São Pedro da Aldeia. Honrando esse momento, convidamos o Flávio Rangel, nome já conhecido na nossa cidade, o Lobão e o Roger Suriani, que já participaram várias vezes de campeonatos do Estado, são heptacampeões em Copacabana pelo tapete de sal. A gente fica feliz de poder participar, estar junto, levando essa tradição e emocionado com o trabalho que é feito pelos artistas com uma riqueza de detalhes muito grande. Agradeço pelo empenho de toda a equipe também, que abraça e está sempre junto”, apontou o secretário municipal de Cultura, Thiago Marques.
Este ano, o tema foi Eucaristia e as escolas municipais, entidades e instituições sociais e religiosas uniram-se para manter viva a tradição. A coordenadora da E. M. Quilombola Dona Rosa Geralda da Silveira, Silvia Rohem, contou com a ajuda da orientadora educacional Adriana Vieira, da supervisora pedagógica Juliana Werneck e do professor de matemática e geografia do 4⁰ e 5⁰ anos, Pedro Paulo. A coordenadora levou também o marido, Marco Aurélio, para ajudar na elaboração do tapete. “A gente quis mostrar a paz entre as religiões, que é o nosso tema principal. Sempre buscamos essa pegada de acolhimento e de pluralidade. Assim, mantemos o tema e também agregamos a filosofia da escola”, destacou Silvia Rohem.
A diretora da E. M. Francisco Paes, Iara Azevedo, também colocou a mão na massa para confeccionar o tapete da escola. Junto a professores, profissionais de apoio, alunos e ex-alunos, os itens do tapete tomaram forma. O desenho foi escolhido em conjunto entre os professores, a direção e os alunos. Jorge Moraes Avelino Neto, de 12 anos, aluno do 7⁰ ano, ressaltou que sua matéria favorita na escola é matemática e ainda recebeu um elogio do professor, que estava presente. Jorge falou sobre a participação. “Estou gostando muito de participar. Eu ajudei a misturar e colorir a areia e o sal que usamos no tapete. É uma experiência muito legal”, comentou.
Também participaram da confecção dos tapetes de sal, a E. M. Maria da Glória dos Santos Motta, E. M. Capitão Costa, E. M. São Francisco de Assis, E. Mz. Adalgiza da Silva Lobo, E. M. José Teixeira Paulo, E. M. Jardim Primavera e a E. M. Luiza Terra.
O ordenamento do trânsito foi elaborado pela Secretaria de Segurança e Ordem Pública, com a interdição das Ruas João Martins, José Francisco Zeca e Avenida Francisco Coelho Pereira, na altura da Travessa Aristides Gama, desde a manhã da quinta-feira (30/05), até o final da procissão religiosa liderada pela Igreja Matriz.
O evento contou, ainda, com o apoio da secretaria de Serviços Públicos, que atuou ao longo de toda a confecção dos tapetes, levando a base de areia a cada ponto ao longo da Rua João Martins.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *