21 de julho de 2024

TV Prefeito

Portal de notícias dos municípios com videos e entrevistas. Cobertura diária das cidades das regiões: Metropolitana, Serrana, Lagos, Norte, Noroeste, Médio Paraíba e Centro Sul do estado do Rio de Janeiro. O melhor da notícia está aqui.

Caps Casa Aberta de Resende ganha nova sede no bairro Vila Julieta

O serviço oferecido através do Caps Casa Aberta, de Resende, está de endereço novo. Os atendimentos, anteriormente realizados na Avenida General Afonseca número 1723, agora são oferecidos na Rua Santo Antônio, 769, no bairro Vila Julieta, em frente ao Parque Tobogã.

O serviço funciona, agora, em uma casa mais arejada e maior, possibilitando a utilização de mais salas para atendimentos. Além disso, o novo endereço oferece melhor acesso aos usuários e realização de atividades/oficinas terapêuticas no parque.

A casa conta com acessibilidade, superando alguns desafios do endereço antigo. Os deficientes físicos e pessoas com mobilidade reduzida foram os maiores beneficiados com a mudança.

O Caps Casa Aberta atende maiores de 18 anos com transtorno mental grave. O serviço recebe um fluxo de atendimento com pacientes que foram previamente encaminhados pela Atenção Básica (USF, ESF e Clínica da Família), de Unidades Especializadas e serviços de Emergência e Urgência. Contudo, o serviço também atende demanda espontânea para avaliação e orientação.

– O Caps Casa Aberta desenvolve um trabalho muito importante para a saúde do nosso município. Mensalmente, o serviço realiza entre 1.200 e 1.500 atendimentos. Contamos com o serviço de psiquiatras, técnicos e uma equipe muito empenhada e comprometida, além de gabaritada para oferecer o melhor atendimento. É importante que os usuários do serviço fiquem alertas para este novo endereço, que vai trazer mais comodidade e qualidade para o Caps – explicou o secretário Municipal de Saúde, Jayme Neto.

O serviço é composto por equipe multidisciplinar, sendo 19 profissionais: um terapeuta ocupacional, que atualmente coordena o serviço, três assistentes sociais, quatro psicólogos, quatro enfermeiros, uma técnica de enfermagem, dois técnicos administrativos, um agente sociocultural, dois psiquiatras e um musicoterapeuta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *