Angra realiza lançamento do Projeto Escola de Pais

A Prefeitura de Angra realizou na terça-feira (21) o lançamento do Projeto Escola de Pais na Unidade de Referência em Atendimento Educacional Especializado (URAEE), localizada no Parque das Palmeiras. A iniciativa tem como objetivo fortalecer a relação entre família e escola, com foco no apoio a estudantes com deficiência na rede pública municipal de ensino.

O projeto é direcionado aos pais e responsáveis pelos estudantes com deficiência atendidos nas Salas de Recursos Multifuncionais (SRM), incluídos na rede municipal de ensino. Os encontros ocorrerão ao longo do ano letivo, com periodicidade mensal e duração média de 1 hora e 30 minutos. Serão disponibilizadas 20 vagas em cada encontro, distribuídas nos turnos da manhã e noite, nos horários das 9h e 18h, respectivamente.

A equipe responsável pela implementação do projeto é composta por uma diretora, psicólogas, assistentes sociais e fonoaudiólogas. Essa equipe multidisciplinar será responsável pelo planejamento detalhado das ações e poderá contar com a participação de outros especialistas, de acordo com a demanda.

– Estes encontros entre as famílias e a equipe técnico-pedagógica do projeto serão fundamentais para acompanharmos o desenvolvimento dos alunos através de conversas com seus pais. A Escola de Pais é um espaço de troca de experiências entre todos. Essa oportunidade de serem ouvidas é muito importante, pois essas mães não têm na rede pública a cobertura necessária para essas crianças. Esse acompanhamento será crucial no desenvolvimento das relações pessoais entre pais e filhos – comentou a psicóloga do projeto, Nilceia Galindo Teixeira.

 

Metodologia

Com o objetivo de acolher e orientar famílias de estudantes com deficiência, o Projeto Escola de Pais busca promover a parceria entre família e escola na prática educativa dos estudantes. A iniciativa reconhece a importância da colaboração familiar para o desenvolvimento cognitivo, emocional e social durante a educação básica.

– A equipe da educação especial está muito satisfeita com a realização do primeiro encontro deste projeto tão importante para os pais de nossa rede. Foi um momento de acolhimento e diálogo. Queremos que eles compartilhem suas experiências, resgatem suas identidades enquanto pessoas e reflitam sobre seu autocuidado e autoestima, para que se tornem pessoas e pais cada vez melhores, sempre pensando nos estudantes e nos processos de inclusão. A família é a base principal para o desenvolvimento e a aprendizagem – relatou a diretora da URAEE, Melissa Ferreira.

Os principais objetivos do projeto são proporcionar um espaço de acolhimento, troca e aprendizado mútuo; refletir, dialogar e orientar sobre os papéis no processo educacional; informar e orientar os pais no contexto de “Quem ama educa“; fortalecer as relações entre família e escola; e construir um processo educativo de sucesso por meio da interação entre estudantes, família e escola.

Os próximos encontros abordarão temas como “Identidade“, “Família e Escola“, “Relação Pais e Filhos“, “Quem Ama Educa“, “Papéis Sociais“, “Comunicação Não Violenta e Educação Emocional“. A proposta inicial dos temas poderá ser adaptada conforme as demandas dos grupos participantes.

– Sou mãe de três filhos, sendo dois autistas, e achei muito importante a iniciativa desse encontro com pais que têm histórias parecidas com a minha. É um desafio para todos nós, mas hoje estamos compartilhando nossas experiências. Queremos que nossas famílias estejam em harmonia, apesar das dificuldades do dia a dia, e acredito que, com a ajuda das profissionais do projeto Escola de Pais, isso será possível e muito produtivo – comentou a cabeleireira Jaqueline Regina da Conceição.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *