14 de julho de 2024

TV Prefeito

Portal de notícias dos municípios com videos e entrevistas. Cobertura diária das cidades das regiões: Metropolitana, Serrana, Lagos, Norte, Noroeste, Médio Paraíba e Centro Sul do estado do Rio de Janeiro. O melhor da notícia está aqui.

Angra: Fazedores de cultura debatem políticas públicas para o setor

A XII Conferência Municipal de Cultura de Angra dos Reis aconteceu neste domingo (23), no Teatro Municipal Dr. Câmara Torres, e reuniu artistas e fazedores de cultura para debater as políticas públicas para o setor no município. Durante o evento também aconteceu a eleição dos novos conselheiros, que representarão as setoriais culturais da sociedade civil no Conselho Municipal de Cultura para o biênio 2024/2026.

O tema deste ano foi “Leis e editais de incentivo à cultura – Financiamento Cultural“ e as duas palestras na parte amanhã seguiram esse tema. A primeira foi ministrada pela assessora chefe da Lei Estadual de Incentivo à Cultura no estado do Rio de Janeiro, Conceição Diniz, que esclareceu todas as dúvidas sobre a legislação criada pelo Estado. Em seguida, Luis Alberto, funcionário da Secretaria Municipal de Cultura, realizou uma apresentação detalhando a Lei de Incentivo Municipal.

– Para mim é gratificante a Secretaria de Estado de Cultura poder estar juntamente com todo esse desenvolvimento dos fazedores de cultura. Nós podemos perceber que a cada momento existe mais comprometimento e responsabilidade, tanto do setor público quanto da iniciativa privada e dos fazedores de cultura, para que a gente tenha uma cultura de excelência – destacou Conceição Diniz.

Na parte da tarde os representantes de cada setorial apresentaram cinco propostas, e a principal delas, votada e aprovada por unanimidade, foi a recriação da Fundação Municipal de Cultura.

Bruno Marques, secretário de Cultura e Patrimônio, destacou a participação de representantes de 99% das setoriais da sociedade civil e a transversalidade das propostas apresentadas pelos setoriais, e acredita que grande parte delas sairá do papel, pois vem ao encontro dos projetos em andamento na secretaria.

– Tivemos as participações de comunidades tradicionais, de povos originários e dos diversos segmentos da cultura. É muito importante que a gente tenha por meta a criação deste planejamento cultural, ouvindo os anseios do setor, para que a prefeitura possa fazer um trabalho mais assertivo para a cultura – explicou o secretário.

O evento também contou com a eleição de 12 conselheiros titulares e 11 suplentes (uma cadeira titular e duas de suplente ficaram vagas) para o Conselho Municipal de Cultura. A cerimônia de posse está marcada para o dia 4 de julho, às 17h, na sala de vídeo do Centro Cultural Theophilo Massad.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *