Volta Redonda: Neto oferece parceria para construir cabine da PRF na Rodovia do Contorno

Prefeito recebeu a visita do chefe do Serviço de Operações da Polícia Rodoviária Federal no Rio de Janeiro; órgão assume segurança no trecho após decisão judicial

O prefeito de Volta Redonda, Antonio Francisco Neto, recebeu na manhã da ultima quarta-feira (5) o chefe do Serviço de Operações da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Rio de Janeiro, Marcos Prado, e outros agentes do órgão de segurança. A visita serviu como uma forma de apresentação de Prado, há três meses no cargo, além de ampliar a cooperação entre o Poder Público e a PRF. Durante o encontro, Neto ofereceu uma parceria para a construção de uma cabine da PRF na Rodovia do Contorno.

O órgão assume a segurança no trecho após decisão judicial em ação movida pela prefeitura, a mesma que determinou ao DNIT a realização de manutenção e melhorias na via.

“A Rodovia do Contorno nos causou muitos problemas; muitas vidas se perderam ali e conseguimos, através de uma decisão judicial, que o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre) assumisse o trecho. Mesmo sem responsabilidade sobre a rodovia, nós queremos ajudar. E para a gente é importante a PRF estar presente”, destacou Neto, citando que desde a decisão judicial em janeiro deste ano, a conservação e a sinalização da pista foram realizadas, mas que a medida ainda é insuficiente.

Prado explicou que a Polícia Rodoviária Federal assume a fiscalização e o policiamento do trecho que é importante do ponto de vista logístico do país, por ligar a BR-393 à Rodovia Presidente Dutra.

“É um trecho desafiador, porque embora pensado como uma ligação que deixasse a cidade, o crescimento e o desenvolvimento do município já está próximo a ele; temos uma série de condomínios, então o que seria uma área de rodovia já tem uma movimentação urbana. É um processo natural e que a PRF atua nessas condições, mas que é preciso ser estudado. Hoje as tratativas com o prefeito sinalizam que poderemos melhorar nossa estrutura no trecho com um posto da PRF. Nós já contamos com um convênio com a prefeitura de Volta Redonda e ampliar esta parceria é muito importante”, disse Prado.

O chefe do Serviço de Operações da PRF no Rio ainda ressaltou que para que isso aconteça, haverá um estudo de viabilidade para definir um local estratégico.

“Para construirmos uma nova base há uma série de fatores que devemos levar em consideração: o Plano Diretor, como a cidade está crescendo naquela região, os projetos que ali existem. O posto da Polícia Rodoviária Federal atende alguns quesitos, o primeiro deles é ser uma referência para a sociedade, onde as pessoas possam buscar algum serviço da PRF. Para isto ele precisa ter segurança para que o usuário possa chegar com seu veículo, estacionar, sair e até para que façamos fiscalizações”, esclareceu o policial rodoviário federal.

Estiveram também presentes na reunião o deputado estadual Munir Neto, o secretário municipal de Ordem Pública, tenente-coronel Luiz Henrique Monteiro Barbosa, e os vereadores Lela Dias e Paulo Conrado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *