Vereadores do Rio aprovam ‘megaferiadão’ em novembro para a cúpula do G20

Vereadores do Rio aprovaram, nesta quarta-feira (17), em segunda discussão, um megaferiadão no Rio em novembro para a cúpula do G20 — o encontro das maiores economias do mundo, marcado para 18 e 19 de novembro.

O projeto de lei foi enviado pela prefeitura e vai emendar o feriado da República, dia 15, até dia 20, Dia da Consciência Negra. O prefeito Eduardo Paes tem 15 dias para sanção.

A medida busca facilitar o deslocamento dos líderes mundiais e suas comitivas, além de ajudar no planejamento das diversas reuniões paralelas que ocorrerão durante o evento.

O megaferiadão não contempla comércio de rua; bares e restaurantes; hotéis, hospedarias e pousadas; centros e galerias comerciais e shopping centers; estabelecimentos culturais como teatros, cinemas e bibliotecas; e pontos turísticos.

O texto original recebeu uma emenda e prevê a inclusão, entre as atividades que não serão paralisadas, as indústrias situadas nas zonas Norte e Oeste da cidade, além de padarias e estabelecimentos que desenvolvam as atividades por meio de trabalho remoto.

G20 em novembro

A estrutura de segurança e de organização do G20 no Rio será maior do que o suporte montado durante a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

O Rio de Janeiro será sede do G20, evento que reúne as 19 maiores economias do mundo, a União Europeia e a União Africana, que participa pela primeira vez do encontro. Participarão também 12 países convidados e 15 organismos internacionais, como o FMI e o Banco Mundial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *