Suspeitos presos por ‘saidinhas de banco’ utilizavam disfarce de garis e dos Correios

Dois homens investigados por praticar “saidinhas de banco” foram presos nesta quarta-feira (23), na Zona Norte do Rio e na Baixada Fluminense. De acordo com as investigações, eles integravam uma quadrilha que costumava analisar o funcionamento das agências bancárias e utilizar uniformes de garis e de funcionários dos Correios.
As prisões aconteceram durante uma operação da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) com objetivo de cumprir mandados de busca domiciliar e prender quatro suspeitos. Dois investigados seguem foragidos.
Um dos bandidos havia sido preso pela especializada em fevereiro, mas respondia em liberdade. Neste período, a organização criminosa continuou sendo monitorada. As investigações apontam que os suspeitos abordavam e roubavam vítimas previamente selecionadas que haviam sacado dinheiro dos caixas eletrônicos. Em seguida, os quatro fugiam em motocicletas que davam cobertura ao crime.
Contra eles, o Tribunal de Justiça expediu mandados de prisão temporária por roubo. Um homem foi preso no bairro de Anchieta e um outro no município de Mesquita, mas dois seguem foragidos. Com um dos detidos, os policiais encontraram uma pistola com numeração raspada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *