Rio sediará premiação dos melhores restaurantes da América Latina em novembro

A premiação dos melhores restaurantes da América Latina irá acontecer pela primeira vez no Brasil. E o Rio de Janeiro foi o palco escolhido para, no dia 28 de novembro, fazer a entrega dos prêmios do Latin Americans 50 Best Restaurants, numa cerimônia a ser realizada no Copacabana Palace, na Zona Sul da cidade. A colunista Luciana Fróes já tinha adiantado sobre o anúncio do evento.

O anúncio foi feito durante um café da manhã realizado no Palácio da Cidade, em Botafogo, também na Zona Sul, na manhã desta quarta-feira. Acompanhado do CEO do evento, Charles Reed, o prefeito Eduardo Paes destacou a importância para a cidade em sediar a premiação.

Depois de Copa do Mundo e Olimpíada, por exemplo, Paes citou a convicção do protagonismo do Rio como uma “cidade global”. O calendário também já incluiu programações voltadas para tecnologia e inovação.

— Um evento como esse tem seu impacto no momento em que acontece, mas vai criando narrativa, uma identidade para aquela cidade. A quantidade de gente que vai nos visitar é um ganho, mas o mais importante é essa construção de narrativa que permite consolidar a cidade como palco dos grandes eventos — salientou o prefeito.

O 50 Best, que, além da premiação, inclui mais dois dias de eventos, acontece na América Latina desde 2013. Nesses 10 anos, já passou por Buenos Aires (Argentina), Bogotá (Colômbia), Cidade do México (México), Lima (Peru) e agora chega ao Brasil.

Charles observa que a premiação pretende deixar um “legado” para a cidade.

— É uma estratégia de tornar o Rio de Janeiro em um destino gastronômico e isso faz muito sentido, em destacar inovação e criatividade dessa maravilhosa cidade — destacou o CEO do 50 Best, que explica que a realização do evento na cidade pode trazer frutos a longo prazo, já que o website com o ranking de restaurantes recebe cerca de 3 milhões de acessos de viajantes “interessados em gastronomia”.

Além da lista em si de melhores casas participantes, Charles pontuou ainda que a presença dos chefs pela cidade conhecendo até bares e restaurantes “emergentes” ajudam na consolidação dessa imagem do Rio como destino gastronômico.

No evento, que contou com a presença do secretariado do município e de chefs renomados, como Claude Troisgros, Janaína Rueda, Katia Barbosa e Rafael Costa e Silva, comemorou-se receber a premiação na cidade.

— O 50 Best é para nós um dos maiores prêmios da gastronomia do mundo. Tê-la no Rio demonstra a qualidade da culinária que a gente oferece na cidade — destacou o francês Claude Troisgros, que está há 42 anos no Brasil.

Já Kátia Barbosa, dona da receita do já tradicional bolinho de feijoada, vibrou com o anúncio. A chef destaca que o prêmio premia a “boa comida”, independente do glamour do restaurante.

— É a valorização da profissão, da cidade, a gente fica muito feliz independente de se vai ser premiado ou não. É um sonho realizado receber o 50 Best aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *